Notícias

CHAMADA NÚMERO TEMÁTICO: MULHERES NEGRAS:  EPISTEMOLOGIAS DO PRESENTE

ORGANIZADORAS: Aline Martins (ProPEd/UERJ), Carla Ramos (UFOPA) e Valéria Lima (UFRJ)

OBJETIVO: Pensar e problematizar os conhecimentos produzidos pelas mulheres negras em nosso cenário contemporâneo.

SUBMISSÕES: 10/05/2019 A 30/08/2019.

EDIÇÃO DE PUBLICAÇÃO: V.3, N.3, setembro-dezembro de 2019.

QUEM PODE SUBMETER PARA A SEÇÃO DE ARTIGOS TEMÁTICOS? Mulheres (Cis/Trans/NB) NEGRAS.

 

..........................................

SEÇÕES DA REVISTA:

  • ARTIGOS DE NÚMERO TEMÁTICO
  • ARTIGOS DE FLUXO CONTÍNUO
  • RELATOS DE EXPERIENCIA
  • PONTOS DE VISTA
  • ENTREVISTAS/CONVERSAS
  • RESENHAS
  • RESUMO DE TESES E DISSERTAÇÕES
  • PRODUÇÕES ARTÍSTICAS E CULTURAIS
  • VÍDEO-PESQUISA
  • BIBLIOGRAFIA COMENTADA
  • ENSAIOS

CHAMADAS ABERTAS DE ARTIGOS PARA NÚMEROS TEMÁTICOS

 

TÍTULO: Inclusão digital e acessibilidade: desafios da educação na contemporaneidade

ORGANIZADORAS/ES:Rachel Colacique (UNIRIO) e Márcia  Denise Pletsch (UFRRJ)

OBJETIVO: Muitos se tem avançado na implementação de políticas públicas que garantam a escolarização da diversidade humana, em especial, a partir da proposta de educação inclusiva das pessoas com deficiências. No contexto contemporâneo, além das questões pertinentes as propostas educacionais para a educação inclusiva, as políticas de currículo, e as práticas cotidianas nos diferentes espaços escolares, voltamos nossa atenção também para as inúmeras possibilidades inclusivas permitidas e/ou potencializadas pelos recursos tecnológicos e a cultura digital em rede. Ao que nos propomos perguntar: As políticas de inclusão escolar garantem inclusão social? Qual é o papel da Educação Especial enquanto área do conhecimento frente as propostas políticas para inclusão e acessibilidade? O que dizem as pesquisas científicas sobre a implementação dessas políticas? Como as ferramentas digitais e os recursos tecnológicos tem sido usadas para ampliar as possibilidades de escolarização dessa parcela da população? Para além de inclusão no espaço escolar, como a tecnologia digital em rede tem contribuído para a inclusão social como um todo mais amplo? A partir destes questionamentos este dossiê pretende apresentar um conjunto de artigos que discutam aspectos relacionados a acessibilidade curricular e cultural, articulados com uso dos recursos digitais e tecnológicos considerando as políticas de educação inclusiva. Igualmente, pretende apresentar artigos que evidenciem a partir de pesquisas cientificas as possibilidades de escolarização dessa população a partir do emprego dessa tecnologia digital e da tecnologias assistivas.

SUBMISSÕES: 12/10/19 a 15/01/2020

EDIÇÃO DE PUBLICAÇÃO: V. 4, N.1, janeiro-abril de 2020

....................................................................................

TÍTULO: Atos de currículo na cibercultura: formação e re-existência nas redes 

ORGANIZADORAS/ESJoelma Almeida (IFPA), Vivian Martins (IFRJ) e Wallace Almeida (UFRRJ)

OBJETIVO: 1) Compreender a formação em tempos de cibercultura dentrofora das instituições de aprendizagemensino; 2) Analisar os usos e criações de aplicativos como formas de aprenderensinar; 3)  Discutir os usos éticos-estéticos-políticos de dispositivos tecnológicos digitas em rede como fomas de criarpensar atos de currículo na interface escola-cidade-ciberespaço

SUBMISSÕES: 01/08/2019 a 31/03/2020

EDIÇÃO DE PUBLICAÇÃO: V. 4, N. 2, maio-agosto de 2020

 
Publicado: 2019-05-08