Chamada Número Temático: EDUCAÇÃO MUSEAL E A PANDEMIA DE COVID-19

A Educação Museal vem consolidando-se como campo científico, profissional e político  desde a segunda década do século XXI, no Brasil, a partir de esforços de educadores, agentes do poder público, instituições e pesquisadores. A Pandemia de Covid-19 desvelou o necessário estreitamento da relação entre as características sociotécnicas da contemporaneidade (cibercultura) e os campos dos Museus e da Educação Museal, evidenciando discussões e tornando explícitos desafios e práticas que já eram realidade no fazer educativo e nos debates deste campo, como, por exemplo, a Educação Museal Online. Esse Dossiê receberá artigos, resenhas, propostas de exposições online, vídeos, relatos de experiência e entrevistas, que versem sobre ações realizadas, desdobramentos práticos, teóricos e políticos e perspectivas abertas pelo advento da Pandemia de Covid-19, considerando seus efeitos sobre a Educação Museal. Serão aceitos trabalhos que apresentem experiências e debates acerca da formação de educadores museais, da função social e educativa do museu diante da crise sanitária e humanitária internacional, efeitos sobre a profissionalização dos educadores e suas condições de trabalho, bem como experiências e desafios vivenciados on e offline no período pandêmico e as perspectivas de seus reflexos para o futuro teórico-político-prático da Educação  Museal.


Submissões: 12/07/2021 a 15/10/2021

Organizadores: Frieda Marti (UFRRJ e SAE, Museu Nacional/UFRJ), Andréa Costa (SAE, Museu Nacional/UFRJ e Escola de Museologia/UNIRIO) e Fernanda Castro (Museu Histórico Nacional)

Previsão de publicação: 2022.01

Diretrizes para os/as autores/asregras de submissão