Chamada Número Temático: Corpos, gêneros e sexualidades em meio ao caos: (sobre)vivências em tempos de pandemia

Organizadores: Dr. Dilton Ribeiro Couto Junior (UERJ/FEBF), Dr. Leandro Teofilo de Brito (Colégio Pedro II), Dr. Ivan Amaro (UERJ/FEBF) e Dr. Jonas Alves da Silva Junior (UFRRJ)

Prazo para o envio dos artigos: 28/02/2021

Diretrizes para os/as autores/asregras de submissão

Edição de publicação: v. 5, n. 4, 2021


Proposta do Número Temático

O dossiê temático “Corpos, gêneros e sexualidades em meio ao caos: (sobre)vivências em tempos de pandemia” busca organizar trabalhos voltados para uma reflexão sobre os efeitos sociais da pandemia da COVID-19 no Brasil e no mundo.

A intenção é apresentar um panorama de textos de diferentes áreas do conhecimento e abarcando perspectivas teórico-metodológicas distintas, que fomentem discussões focalizadas principalmente na constituição de nossos corpos, gêneros e sexualidades em tempos de reconfigurações sociais desencadeadas pela pandemia da COVID-19.

O impacto socioeconômico do novo coronavírus traz implicações que merecem nossa atenção. Quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o chamado isolamento social, entendemos que esse isolamento não pode ser cumprido por todas/os e que isso apresenta ainda mais desafios para a situação de vulnerabilidade que as chamadas minorias sexuais já enfrentavam antes da pandemia, principalmente em países como o Brasil.

 Em meio ao caos, há muitas narrativas que merecem ser contadas/teorizadas/analisadas e que envolvem o atravessamento de inúmeros marcadores sociais de identidade e diferença.

 Dessa forma, o dossiê busca organizar trabalhos que forneçam um panorama potente para auxiliar num melhor entendimento sobre o mundo do porvir.

A ReDoC aceita artigos, relatos de experiência, pontos de vista, resenhas, ensaios, entrevistas, conversas, bibliografias comentadas, produções artísticas e culturais, vídeo-pesquisa e resumos de dissertações e de teses.

No número temático serão abordados os seguintes temas:

  • Vulnerabilidade e desigualdade social no contexto da pandemia
  • Produção e disseminação de discursos de ódio na rede
  • Estratégias de enfrentamento das políticas de morte pelos grupos que integram as chamadas minorias sexuais
  • Constituição de redes de apoio e solidariedade durante a pandemia da COVID-19
  • Usos dos aplicativos de namoro/“pegação” em tempos de isolamento físico
  • Corporalidades e os desafios da educação do porvir