Revista Sustinere

A Revista SUSTINERE (SUST) tem por objetivo a publicação de contribuições nacionais e internacionais acadêmicas, técnicas e científicas que articulem temas interdisciplinares e transdisciplinares relativos à Saúde e Educação em suas interfaces com a sociedade, a ciência, o meio ambiente e a tecnologia. São aceitos artigos em português, inglês e espanhol.

e-ISSN: 2359-0424 | Ano de criação: 2013 | Área do conhecimento: Multidisciplinar | Qualis: B1 (Ensino), B4 (Enfermagem; Interdisciplinar), B5 (Arquitetura, Urbanismo e Design; Ciências Ambientais; Engenharias I; Engenharias III), C (Biodiversidade)


SUSTINERE: Revista de Saúde e Educação

Endereços para contato: SUSTINERE – Revista de Saúde e Educação

EMAIL: sustinere.ouerj@gmail.com

Editora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - EdUERJ
Rua São Francisco Xavier, 524 , Setor -E,
Maracanã. CEP: 20550-900
Tel.: 2334-0720 – Rio de Janeiro/RJ

 
(Clique na logo para ver nossa classificação)



SUSTINERE
nas redes sociais:
  Resultado de imagem para blogger icon  Resultado de imagem para facebook icone

 

Para acessar a edição atual clique aqui.

 

Notícias

 

OPAS oferece cooperação técnica para manter ganhos de saúde nas Américas enquanto luta contra pandemia de COVID-19

Washington, D.C., 20 de setembro de 2021 (OPAS) – Na abertura do 59º Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) nesta segunda-feira (20), a diretora Carissa F. Etienne apresentou o Relatório Anual do organismo internacional, que resume a cooperação técnica prestada aos países membros. O relatório tem foco na assistência aos países para responder à pandemia de COVID-19, mantendo e fortalecendo os ganhos em saúde. O relatório, que cobre o período de 1 de julho de 2020 a 30 de junho de 2021, foi apresentado por Etienne às...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-09-21Mais...
 

OPAS seleciona centros na Argentina e Brasil para desenvolver vacinas de mRNA contra COVID-19

Os selecionados foram o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Bio-Manguinhos/Fiocruz) e a empresa biofarmacêutica Sinergium Biotech Washington, DC, 21 de setembro de 2021 (OPAS) – A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) anunciou a seleção de dois centros regionais para o desenvolvimento e produção de vacinas de mRNA na América Latina, na Argentina e no Brasil, a fim de enfrentar a COVID-19 e os futuros desafios de doenças infecciosas. O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-09-21Mais...
 

Anvisa aprova uso de baricitinibe em pacientes hospitalizados com covid-19

Na última sexta-feira, 17, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou uma nova indicação para o baricitinibe: o tratamento de adultos hospitalizados com covid-19 e necessidade de oxigênio suplementar ou de ventilação mecânica. A autorização veio após estudos mostrarem benefícios do fármaco na infecção, incluindo redução de mortalidade, e ausência de contraindicações importantes. O medicamento já era registrado no país, com indicações de uso para artrite reumatoide ativa moderada a grave e para dermatite atópica moderada a...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-09-21Mais...
 

Peixes buscam águas mais rasas em resposta ao baixo oxigênio dos oceanos

Peixes buscam águas mais rasas em resposta ao baixo oxigênio dos oceanos Os baixos níveis de oxigênio estão empurrando os peixes para águas mais rasas, com impactos potencialmente devastadores para a pesca e os ecossistemas Por Harrison Tasoff*, UC Santa Barbara Os peixes podem se afogar. Embora possa não parecer, os peixes precisam de oxigênio para respirar; o que acontece é que eles obtêm o que precisam do oxigênio dissolvido na água, e não no ar. Muito pouco oxigênio significa problemas para nossos amigos com barbatanas, que precisam se...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-09-20Mais...
 

Queimadas interferem na formação de nuvens de chuva na Amazônia

Queimadas interferem na formação de nuvens de chuva na Amazônia Thais Szegö | Agência FAPESP Estudo brasileiro divulgado na revista Communications Earth & Environment revela como as queimadas interferem na formação de nuvens de chuva na Amazônia. Segundo os autores, as pequenas partículas sólidas ou líquidas liberadas na atmosfera pelas chamas – também conhecidas como aerossóis – dificultam o congelamento de gotas de nuvens quando a atmosfera encontra-se umidificada, mas podem também favorecer o congelamento quando a atmosfera está mais...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-09-20Mais...
 

Declínio global nos serviços ecossistêmicos dos recifes de coral

Os recifes de coral são 50% menos capazes de fornecer alimentos, empregos e proteção climática do que na década de 1950, colocando milhões em risco University of British Columbia* A capacidade dos recifes de coral de fornecer serviços ecossistêmicos nos quais milhões de pessoas em todo o mundo diminuíram pela metade desde a década de 1950, de acordo com um novo estudo liderado pela University of British Columbia. O estudo oferece o primeiro olhar abrangente sobre o que as mudanças climáticas, a pesca predatória e a destruição do habitat dos...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-09-20Mais...
 

A 1ª onda da covid-19 no Vietnã e a 5ª onda no Irã, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

Os exemplos do Vietnã e do Irã mostram que a pandemia se expande de forma diferenciada nos diversos países As primeiras infecções do novo coronavírus foram identificadas no final de 2019, mas somente no dia 11 de março de 2020 a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou que o mundo enfrentava uma emergência sanitária e elevou a classificação da “Corona VIrus Disease” (COVID) para o nível de pandemia da covid-19. Naquela data os registros mundiais indicavam 150 mil pessoas infectadas e 4,6 mil vidas perdidas para o SARS-CoV-2. No dia 01 de...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-09-20Mais...
 

Estudo sobre erosão em trilhas do Parque Estadual da Serra do Mar ganha Cartilha de Solos

Dois anos antes de a Organização das Nações Unidas (ONU) decretar o Ano Internacional dos Solos (em 2015) Maria do Carmo Oliveira Jorge iniciou suas pesquisas no Laboratório de Geomorfologia Ambiental e Degradação dos Solos (Lagesolos) do Departamento de Geografia, do Instituto de Geociências da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Seu trabalho “Estratégias de geoconservação em trilhas situadas no sul do município de Ubatuba – SP”, com apoio do Programa Bolsa Pós-doutorado Nota 10 da FAPERJ, avalia o impacto da erosão em trilhas do...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-09-20Mais...