Revista Sustinere

A Revista SUSTINERE (SUST) tem por objetivo a publicação de contribuições nacionais e internacionais acadêmicas, técnicas e científicas que articulem temas interdisciplinares e transdisciplinares relativos à Saúde e Educação em suas interfaces com a sociedade, a ciência, o meio ambiente e a tecnologia. São aceitos artigos em português, inglês e espanhol.

e-ISSN: 2359-0424 | Ano de criação: 2013 | Área do conhecimento: Multidisciplinar | Qualis: B1 (Ensino), B4 (Enfermagem; Interdisciplinar), B5 (Arquitetura, Urbanismo e Design; Ciências Ambientais; Engenharias I; Engenharias III), C (Biodiversidade)


SUSTINERE: Revista de Saúde e Educação

Endereços para contato: SUSTINERE – Revista de Saúde e Educação

EMAIL: sustinere.ouerj@gmail.com

Editora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - EdUERJ
Rua São Francisco Xavier, 524 , Setor -E,
Maracanã. CEP: 20550-900
Tel.: 2334-0720 – Rio de Janeiro/RJ

 
(Clique na logo para ver nossa classificação)



SUSTINERE
nas redes sociais:
  Resultado de imagem para blogger icon  Resultado de imagem para facebook icone

 

Para acessar a edição atual clique aqui.

 

Notícias

 

Coronavírus no cérebro: Drogas que bloqueiam receptor poderiam prevenir ou tratar problemas neurológicos

Sintomas neurológicos têm sido relatados em pacientes com covid-19 e crescem as evidências de que o coronavírus tem a capacidade de neuroinvasão, ou seja, de entrar no sistema nervoso central e infectar suas células. Um artigo de pesquisadores da USP e colaboradores no periódico Molecular Psychiatry discute possíveis mecanismos para que os vírus acessem o sistema nervoso e os efeitos inflamatórios que provocam no cérebro, sugerindo que a ativação exagerada de um receptor celular chamado P2X7R está associada a essa “tempestade...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-04-12Mais...
 

Pesquisadores explicam como funcionam as duas potenciais vacinas que deram entrada na Anvisa

Foto: PixabayNo final da semana passada, duas potenciais novas vacinas contra a covid-19 entraram com pedido na Anvisa para realização de testes clínicos: a Versamune, que está sendo desenvolvida pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP, em parceria com a startup Farmacore e a estadunidense PDS Biotechnology, e a ButanVac, pelo Instituto Butantan em parceria com o Icahn School of Medicine, no Mount Sinai, em Nova York (EUA). Versamune A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu o pedido para início da fase de...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-04-12Mais...
 

Variante sul-africana do coronavírus é identificada pela primeira vez no Brasil

A variante sul-africana do coronavírus, conhecida como B.1.351, foi identificada pela primeira vez no Brasil, por meio de análises genéticas, em uma amostra coletada na cidade de Sorocaba (interior de São Paulo). A descoberta foi feita por um grupo de pesquisadores reunidos em uma rede de vigilância genômica que monitora a disseminação do vírus da covid-19 no Estado de São Paulo, coordenada pelo Instituto Butantan e com participação da USP e outras instituições de pesquisa. A variante sul-africana preocupa os cientistas porque ela é mais...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-04-12Mais...
 

Mudanças climáticas terão impacto na produção global de alimentos e na saúde

As alterações climáticas têm implicações graves para a agricultura e a segurança alimentar. Foto: FAO/L. Dematteis Mudanças climáticas terão impacto na produção global de alimentos e na saúde Estudo pede uma ação urgente contra as mudanças climáticas para garantir o abastecimento global de alimentos A pesquisa conduzida pela New Curtin University descobriu que a mudança climática terá um impacto substancial na produção global de alimentos e na saúde se nenhuma ação for tomada por consumidores, indústrias alimentícias, governo e organismos...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-04-10Mais...
 

Mais de um terço da área da plataforma de gelo da Antártica pode estar em risco de colapso

Mais de um terço da área da plataforma de gelo da Antártica pode estar em risco de colapso University of Reading* Mais de um terço da área da plataforma de gelo da Antártica pode estar em risco de colapso no mar se as temperaturas globais chegarem a 4 ° C acima dos níveis pré-industriais, de acordo com uma nova pesquisa. A Universidade de Reading conduziu o estudo mais detalhado de todos os tempos, prevendo o quão vulneráveis as vastas plataformas flutuantes de gelo ao redor da Antártica se tornarão a eventos dramáticos de colapso causados...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-04-10Mais...
 

Deter/Inpe registra 36 mil hectares desmatados na Amazônia em março

Deter/Inpe registra 36 mil hectares desmatados na Amazônia em março Área com alerta de desmatamento na Amazônia já é a maior da série histórica para março Dados do sistema DETER, do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgados hoje, revelam que a área com alertas de desmatamento para março de 2021 na Amazônia é a maior da série histórica. Ao menos 36 mil hectares de floresta foram perdidos. Apesar de uma cobertura de nuvens superior, houve um aumento de 12,5% em relação a março de 2020. “O que já é ruim pode piorar, com Ricardo...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-04-10Mais...
 

Mata secundária tem papel importante no sequestro de carbono

Mata secundária tem papel importante no sequestro de carbono Mata secundária utilizada na pesquisa já passou por exploração madeireira e queimadas Uma pesquisa realizada na Embrapa Agrossilvipastoril, em Sinop (MT), reforçou a comprovação do papel que as matas secundárias possuem de retirar carbono da atmosfera e estocá-lo em forma de biomassa vegetal e no solo. O trabalho monitorou as emissões durante um ano e levantou o estoque de carbono na parte área das árvores, nas raízes, no solo e na serrapilheira e galhos caídos no chão em uma área...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-04-10Mais...
 

Fiocruz já produz 900 mil doses por dia da vacina Covid-19

Desde a última semana de março, o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) já está produzindo, em duas linhas de produção, 900 mil doses por dia de vacina Covid-19. A Fiocruz prevê a entrega de 18,4 milhões de doses da vacina Covid-19 (recombinante) até 2 de maio. Com as 8,1 milhões de doses já entregues até o dia 2 de abril ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde (4 milhões de doses importadas da Índia e 4,1 milhões produzidas internamente), a instituição alcançará...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2021-04-07Mais...