Revista Sustinere

A Revista SUSTINERE (SUST) tem por objetivo a publicação de contribuições nacionais e internacionais acadêmicas, técnicas e científicas que articulem temas interdisciplinares e transdisciplinares relativos à Saúde e Educação em suas interfaces com a sociedade, a ciência, o meio ambiente e a tecnologia. São aceitos artigos em português, inglês e espanhol.

e-ISSN: 2359-0424 | Ano de criação: 2013 | Área do conhecimento: Multidisciplinar | Qualis: B1 (Ensino), B4 (Enfermagem; Interdisciplinar), B5 (Arquitetura, Urbanismo e Design; Ciências Ambientais; Engenharias I; Engenharias III), C (Biodiversidade)


SUSTINERE: Revista de Saúde e Educação

Endereços para contato: SUSTINERE – Revista de Saúde e Educação

EMAIL: sustinere.ouerj@gmail.com

Editora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - EdUERJ
Rua São Francisco Xavier, 524 , Setor -E,
Maracanã. CEP: 20550-900
Tel.: 2334-0720 – Rio de Janeiro/RJ

 
(Clique na logo para ver nossa classificação)



SUSTINERE
nas redes sociais:
  Resultado de imagem para blogger icon  Resultado de imagem para facebook icone

 

Para acessar a edição atual clique aqui.

 

Notícias

 

O insólito lugar onde foram parar pedaços de construções dizimadas pela bomba de Hiroshima

Direito de imagemGETTY IMAGESImage caption 'Você tinha uma cidade inteira, e um minuto depois não tinha mais. Uma grande questão para mim era: onde está essa cidade?', questiona geólogo Na manhã de 6 de agosto de 1945, a bomba atômica lançada pelos Estados Unidos na cidade japonesa de Hiroshima matou cerca de 80 mil pessoas no mesmo dia. No fim de 1945, o número de mortos havia chegado a pelo menos 140 mil. A explosão também destruiu ou danificou 90% das construções da cidade. "Foi o pior evento já causado pelo homem", afirma o geólogo...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-05-18Mais...
 

Hipertensão arterial: a doença silenciosa que atinge 35% da população brasileira

Direito de imagem GLOBALSTOCKImage caption Metade dos brasileiros que tem hipertensão não sabe disso A hipertensão arterial, popularmente chamada de pressão alta, atinge cerca de um bilhão de pessoas no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). É o principal fator de risco para doenças cardiovasculares, como infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC). No Brasil, aproximadamente 35% da população tem a enfermidade, segundo dados do Ministério da Saúde, mas metade nem sabe disso. Das pessoas que têm...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-05-18Mais...
 

Reunião Magna da ABC discute Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU

Luiz Davidovich (à esq.), presidente da Academia Brasileira de Ciências, e Edson Watanabe, diretor do Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Coppe/UFRJ (Foto: Manuella Caputo). A Academia Brasileira de Ciências (ABC) realiza esta semana a edição anual de sua Reunião Magna no auditório do Museu do Amanhã, na Zona Portuária do Rio. O foco deste ano é a participação da ciência e cientistas no cumprimento dos 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Na abertura, na...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-05-18Mais...
 

A Matemática por trás das novas tecnologias

Uma das cenas da produção criada pelo Visgraf com base na obra Tempest, de William Shakespeare (Foto: Divulgação/Impa) Como serão as mídias do futuro? Cada vez mais, os meios de comunicação de massa tradicionais, como o rádio e a TV, passam por transformações decorrentes do advento da Internet e do processo de convergência das mídias. “As novas mídias estão unindo as diferentes linguagens dos meios de comunicação tradicionais e incorporando, progressivamente, novos conceitos, como tecnologia imersiva, realidade estendida, e inteligência...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-05-18Mais...
 

FAPESP anuncia resultado chamada para pesquisas em Biodiversidade na América Latina

Oportunidade é oferecida com agências da Argentina, Chile e Peru no âmbito da colaboração com o conselho de pesquisa britânico NERC (foto: Eduardo Cesar / Pesquisa FAPESP) A FAPESP anuncia o resultado de uma chamada de propostas lançada em 2018 em colaboração com o Natural Environment Research Council (NERC), um dos conselhos de pesquisa britânicos. Participaram da chamada o Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas (Conicet), da Argentina, a Comisión Nacional de Investigación Científica y Tecnológica (Conicyt), do Chile,...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-05-17Mais...
 

A comovente história de um transplante: 'Éramos duas jovens esperando para ver quem morria primeiro'

Direito de imagemALIN GRAGOSSIANImage captionAlin Gragossian recebeu um transplante de coração em janeiro de 2019 Alin Gragossian, de 31 anos, tremia ao abrir a carta da família da mulher cujo coração salvara sua vida alguns meses antes. "Recebi um telefonema do hospital dizendo que a família da minha doadora havia me enviado uma carta. A enfermeira se ofereceu para escanear e me mandar por e-mail imediatamente, mas eu disse a ela que não. Eu simplesmente não estava pronta para ler." Alguns dias depois, a carta chegou. "É claro que eu...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-05-16Mais...
 

Apenas 56% do público-alvo já tomou a vacina da gripe este ano

Vacina contra a gripe não causa a doença em quem a recebe — Foto: Prefeitura de Jundiaí/Divulgação Cerca de 33 milhões de brasileiros haviam recebido a vacina da gripe até esta quarta-feira (15). O número corresponde a apenas 56% do público-alvo da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que termina no fim deste mês, em 31 de maio. Os dados são do último balanço do Ministério da Saúde (MS). A vacina da gripe este ano protege contra três subtipos graves da influenza: A H1N1, A H3N2 e influenza B. A vacina contra a gripe de 2019...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-05-16Mais...
 

Estudo revela que adolescentes com sobrepeso têm risco elevado de doença cardiovascular

Adolescentes com sobrepeso apresentam o mesmo risco de doença cardiovascular que jovens obesos, mostra pesquisa da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Presidente Prudente e Marília. ABr O estudo, apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de São Paulo (Fapesp), foi desenvolvido com 40 adolescentes com idades entre 10 e 17 anos e comparou resultados de testes cardíacos entre grupos de obesos e com excesso de peso. Os resultados foram publicados na revista científica Cardiology in the Young. “Já sabemos que adolescentes obesos...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-05-16Mais...