Revista Sustinere

A Revista SUSTINERE (SUST) tem por objetivo a publicação de contribuições nacionais e internacionais acadêmicas, técnicas e científicas que articulem temas interdisciplinares e transdisciplinares relativos à Saúde e Educação em suas interfaces com a sociedade, a ciência, o meio ambiente e a tecnologia. São aceitos artigos em português, inglês e espanhol.

e-ISSN: 2359-0424 | Ano de criação: 2013 | Área do conhecimento: Multidisciplinar | Qualis: B1 (Ensino), B4 (Enfermagem; Interdisciplinar), B5 (Arquitetura, Urbanismo e Design; Ciências Ambientais; Engenharias I; Engenharias III), C (Biodiversidade)


SUSTINERE: Revista de Saúde e Educação

Endereços para contato: SUSTINERE – Revista de Saúde e Educação

EMAIL: sustinere.ouerj@gmail.com

Editora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - EdUERJ
Rua São Francisco Xavier, 524 , Setor -E,
Maracanã. CEP: 20550-900
Tel.: 2334-0720 – Rio de Janeiro/RJ

 
(Clique na logo para ver nossa classificação)



SUSTINERE
nas redes sociais:
  Resultado de imagem para blogger icon  Resultado de imagem para facebook icone

 

Para acessar a edição atual clique aqui.

 

Notícias

 

A radiação da tecnologia 5G faz mal à saúde?

Direito de imagemGETTY IMAGESImage caption A tecnologia 5G ainda está em fase de testes no Brasil A quinta geração de internet móvel, 5G, que entrou em operação recentemente em algumas cidades do Reino Unido, tem gerado questionamentos sobre eventuais riscos da radiação à saúde. A nova tecnologia - que funciona desde abril na Coreia do Sul e em algumas partes dos Estados Unidos - ainda está em fase de testes no Brasil, onde deve estar disponível por volta de 2023. Mas será que essas preocupações em relação à saúde têm fundamento? Assim...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-07-17Mais...
 

O misterioso mau cheiro da Lua, segundo os astronautas da missão Apollo

Direito de imagemSCIENCE & SOCIETY PICTURE LIBRARYImage caption Alguns astronautas dizem que a Lua cheira a 'pólvora queimada' Qual é a sensação? "Macia como a neve, embora estranhamente abrasiva" (Gene Cernan, astronauta da missão Apollo 17). Como é o gosto? - "Nada mal" (John Young, astronauta da Apollo 16). Tem cheiro de que? "Cheira a pólvora queimada" (Cernan). Macia, saborosa ... e malcheirosa. Os adjetivos que alguns astronautas que pisaram na Lua usaram para descrever a poeira lunar parecem desconstruir a imagem romântica e...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-07-17Mais...
 

Apollo 11: A célebre sala de controle da missão que levou o homem à Lua pela primeira vez

Direito de imagemNASAImage caption A sala de controle, que teve seus dias de glória durante a corrida espacial, supervisionou mais de 40 missões espaciais, inclusive a Apollo 11, quando o homem pisou na Lua pela primeira vez Alguns dos momentos mais dramáticos da história humana moderna, como o primeiro pouso em solo lunar, o resgate da Apollo 13 e o acidente do ônibus espacial Challenger, foram supervisionados numa sala de controle da Nasa, a agência especial americana, localizada no terceiro andar do Centro Espacial Johnson, em Houston, nos...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-07-17Mais...
 

Mergulhadores encontram água-viva gigante no mar do Reino Unido

Mergulhadores avistaram uma água-viva gigante na costa da Cornualha, no Reino Unido. A bióloga Lizzie Daly diz que a criatura, filmada pelo cinegrafista Dan Abbott, era maior do que ela. Nesta época do ano, milhares de animais marinhos procuram as águas costeiras mais quentes. A água viva da espécie rhizostoma pulmo é o maior tipo deste animal encontrado em águas britânicas. Os espécimes chegam a ter 40cm de diâmetro, e as toxinas de seus tentáculos não costumam fazer mal a humanos. Autor: BBC Brasil News Fonte: BBC Brasil News Sítio...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-07-17Mais...
 

O papel da educação no processo de ressocialização, artigo de Janguiê Diniz

Foto: EBC Que o sistema prisional e socioeducativo brasileiro está longe de ser bom, disso ninguém duvida. Nossa realidade é de prisões mal-cuidadas, com superlotação e sem nenhuma estrutura que possibilite a real ressocialização do detento ou o desenvolvimento de ações socioeducativas com os adolescentes apreendidos. Como resultado, temos apenas “depósitos de gente” que, em vez de cumprir o papel que lhes era devido, acabam por atuar totalmente na contramão. Segundo o World Prison Brief (WPB), o Brasil tem a terceira maior população...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-07-12Mais...
 

População da Índia: bônus demográfico e envelhecimento, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

A Índia é a segunda nação mais populosa do mundo na atualidade, mas irá ultrapassar a China até 2027, passando a ocupar o primeiro lugar, segundo os dados das projeções populacionais da Divisão de População da ONU (revisão 2019). O gráfico abaixo mostra que o crescimento populacional da Índia foi muito grande, pois havia 376,3 milhões de habitantes em 1950, chegou a 1 bilhão em 1997 e deve alcançar o pico populacional em 2059, com 1,65 bilhão de habitantes. Nas derradeiras 4 décadas do século a população indiana vai decrescer (-201,4 milhões)...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-07-12Mais...
 

Estudo mostra que a infecção pelo vírus zika pode causar disfunção da bexiga

Por: Mayra Malavé (IFF/Fiocruz) Já não há dúvidas, a Bexiga Neurogênica (BN) está entre as complicações relacionadas à Síndrome Congênita do Zika Vírus (SCZV), de acordo com os novos resultados da pesquisa realizada no Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz). Uma recente publicação se soma ao estudo publicado em março de 2018, que apresentou à comunidade científica internacional a BN como uma sequela da SCZV. Estes novos resultados, que focam no aspecto urodinâmico do problema,...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-07-11Mais...
 

Tudo o que você precisa saber sobre as usinas nucleares de Angra 1 e 2, e por que são diferentes de Chernobyl

Direito de imagemELETRONUCLEARImage captionUsinas Angra 2 (à esquerda) e Angra 1 (à direita); os reatores, onde a energia nuclear é gerada, ficam dentro das estruturas brancas A recém-lançada série de TV Chernobyl, sobre um dos piores acidentes nucleares no mundo, na usina de mesmo nome, na Ucrânia Soviética, em 1986, fez telespectadores brasileiros questionarem como é a produção de energia nuclear no Brasil, na Central Nuclear em Angra dos Reis (RJ). "Terminei Chernobyl e estou tentando não surtar por morar perto das usinas de Angra dos...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2019-07-11Mais...