Revista Sustinere

A Revista SUSTINERE (SUST) tem por objetivo a publicação de contribuições nacionais e internacionais acadêmicas, técnicas e científicas que articulem temas interdisciplinares e transdisciplinares relativos à Saúde e Educação em suas interfaces com a sociedade, a ciência, o meio ambiente e a tecnologia. São aceitos artigos em português, inglês e espanhol.

e-ISSN: 2359-0424 | Ano de criação: 2013 | Área do conhecimento: Multidisciplinar | Qualis: B1 (Ensino), B4 (Enfermagem; Interdisciplinar), B5 (Arquitetura, Urbanismo e Design; Ciências Ambientais; Engenharias I; Engenharias III), C (Biodiversidade) 


SUSTINERE: Revista de Saúde e Educação

Endereços para contato: SUSTINERE – Revista de Saúde e Educação

EMAIL: sustinere.ouerj@gmail.com

Editora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - EdUERJ
Rua São Francisco Xavier, 524 , Setor -E,
Maracanã. CEP: 20550-900
Tel.: 2334-0720 – Rio de Janeiro/RJ

 
(Clique na logo para ver nossa classificação)



SUSTINERE
nas redes sociais:
  Resultado de imagem para blogger icon  Resultado de imagem para facebook icone

 

Para acessar a edição atual clique aqui.

 

Notícias

 

Doença sexualmente transmissível pouco conhecida se alastra e alarma médicos por resistência a antibióticos

Direito de imagemGETTY IMAGESImage caption O uso de camisinha é o principal meio de prevenção, segundo especialistas Uma infecção sexualmente transmissível pouco conhecida pode se transformar em uma superbactéria resistente a tratamentos com antibióticos mais conhecidos, segundo um alerta feito por especialistas europeus. A Mycoplasma genitalium (MG), como é conhecida, já tem se mostrado resistente a alguns deles e, no Reino Unido, autoridades de saúde trabalham com novas diretrizes para evitar que o quadro vire um caso de emergência...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2018-07-16Mais...
 

A história completa do extraordinário resgate dos meninos da caverna na Tailândia

Em 23 de junho, 12 meninos foram passear pela província tailandesa de Chiang Rai com seu técnico de futebol – e terminaram presos dentro de uma caverna em uma montanha. Helier Cheung e Tessa Wong, da BBC, estavam lá enquanto uma dramática tentativa de resgate prendia as atenções do mundo. O que se sucedeu naquelas duas semanas foi uma notável história de amizade e resistência humana – e de até onde algumas pessoas estão dispostas a ir para salvar os filhos dos outros. Nossos repórteres contam aqui a história completa dos Javalis Selvagens. A...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2018-07-16Mais...
 

Com crise e cortes na ciência, jovens doutores encaram o desemprego: 'Título não paga aluguel'

Direito de imagemCECILIA TOMBESI/BBC NEWSImage caption Jovens doutores de diversas áreas de atuação estão enfrentando dificuldades no mercado de trabalho O estatístico Paulo Tadeu Oliveira, de 55 anos, defendeu seu doutorado na Universidade de São Paulo (USP) em agosto de 2008. Dez anos depois, ainda não conseguiu ingressar no mercado de trabalho. O pesquisador, que é deficiente visual, emendou três pós-doutorados em busca de especialização e experiência, mas não passou nas diversas seleções para o quadro de universidades públicas....

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2018-07-16Mais...
 

Informação com qualidade

Quem entra em bases de dados on-line sobre biodiversidade encontra milhões de registros sobre espécies de plantas e animais e as áreas que ocupam ou ocuparam no Brasil e em outros países. Depois da satisfação de encontrar matéria-prima abundante para fundamentar os trabalhos científicos, começam as inquietações: como extrair e filtrar os dados e, principalmente, como saber se são realmente confiáveis? Eventuais erros de nomes de espécies e de localização serão automaticamente indicados e eliminados? Essas questões são importantes porque dados...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2018-07-16Mais...
 

#Os100Mais Comentados

Reduzir o consumo de gorduras pode não ser a melhor alternativa para diminuir o risco de doenças cardiovasculares e de morte, segundo a principal conclusão do estudo mais comentado nas mídias sociais em 2017. O paper, que recomenda cortar carboidratos, está no topo do ranking dos 100 artigos científicos de maior impacto na internet elaborado pela Altmetric, empresa do Reino Unido que monitora a influência da produção científica por meio não da citação em artigos, mas da análise de menções em sites, redes sociais, Wikipedia, portais de notícia...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2018-07-16Mais...
 

Cristiana Simão Seixas: Como medir o valor da natureza

No final de março, pesquisadores e autoridades de 129 países participaram em Medelín, Colômbia, da 6ª Plenária da Plataforma Intergovernamental de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES), painel ligado às Nações Unidas que busca organizar o conhecimento científico e outras formas de conhecimento sobre a biodiversidade e os benefícios que ela fornece para a vida humana no planeta. Relatórios sobre degradação e restauração de áreas e a respeito da situação da biodiversidade em quatro regiões foram aprovados na plenária. A organização...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2018-07-13Mais...
 

Promessa de boicote

Cerca de 3 mil pesquisadores e estudantes de computação assinaram em maio um manifesto se comprometendo a não submeter artigos a um periódico que deve ser lançado no início de 2019 nem participar de seu processo de revisão por pares. A revista em questão é a Nature Machine Intelligence, do grupo Springer Nature, que pretende divulgar estudos sobre inteligência artificial, aprendizado de máquina e robótica. A promessa de boicote tem uma justificativa simples: a produção científica em ciência da computação, e particularmente em inteligência...

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2018-07-13Mais...
 

Contaminação além do garimpo

As comunidades indígenas e ribeirinhas que vivem em áreas próximas a usinas hidrelétricas na Amazônia podem estar expostas a altos níveis de mercúrio. A suspeita é de um grupo de pesquisadores brasileiros e espanhóis coordenado pela bioquímica María Elena López, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Pará (UFPA). Eles analisaram amostras de fios de cabelo de 37 ribeirinhos que vivem em ilhas na região de Caraipé, no lago Tucuruí, nos arredores da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, no Pará, a segunda maior do Brasil....

(Para continuar a ler a notícia, clique em "Mais...")
Publicado: 2018-07-13Mais...