AMBIÊNCIAS HÍBRIDAS-FORMATIVAS NA EDUCAÇÃO ONLINE: DESAFIOS E POTENCIALIDADES EM TEMPOS DE CIBERCULTURA

Mayra Rodrigues Fernandes Ribeiro, Felipe da Silva Ponte de Carvalho, Rosemary dos Santos

Resumo


Este artigo – teórico – problematiza as noções de educação online (EOL), desenho didático em ambiências híbridas-formativas, formação, autoria e docência, a partir da cena sociotécnica emergente conectada em rede, que denominamos de cibercultura. Apostamos na EOL como um dos fenômenos da cultura contemporânea em rede, discutindo os desdobramentos de suas fases e de seus fundamentos e tencionando que essa modalidade de ensino exige metodologia própria, práticas educativas contextualizadas e docência voltada para a interatividade e colaboração.  Por fim, partimos do pressuposto que o papel da docência é fundamental na EOL, ela é responsável não só pelo processo de mediação entre o objeto a ser conhecido e os/as cursistas, como também por todo o processo formativo, atuando nas problematizações em sala de aula, promovendo autorias e partilhas de experiências e na ampliação dos reportórios culturais e de conhecimentos.

Palavras-chave


educação online; desenho didático; ambiências híbridas-formativas; formação; autoria; e docência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2018.30589

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores:

           


Índice de citação de artigos:


Visualizações:

 


Licença:

  Esta obra está licenciada com uma Licença  Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.