APRESENTAÇÃO: ENSINO DE LÍNGUAS NA CULTURA DIGITAL

Tania Lucía Maddalena, Ana Sevilla-Pavón, Janaina Cardoso

Resumo


Cada tecnologia que foi aparecendo na história trouxe novas possibilidades para o ensino-aprendizagem das línguas estrangeiras, desde os primeiros programas de rádio da metade do século XX, passando pelo cinema, televisão, computador até as experiências mais recentes mediadas pelo digital em rede como games, narrativas transmídia e realidade aumentada. Na cultura digital, as línguas se expandem com novas possibilidades de comunicação, interação e interatividade, permitindo conectar pessoas ao redor do mundo e potencializando a interculturalidade. O presente artigo apresenta o dossiê de línguas na cultura digital, uma compilação de treze trabalhos de pesquisa e relatos de experiências pedagógicas, dois resumos de tese e dissertações e dois relatos de experiências literárias e culturais sobre os caminhos, tão diversos, do ensinar-aprender línguas na contemporaneidade.


Palavras-chave


Cultura digital; Ensino de línguas

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, Laurance. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BASTOS, Viviane da Costa. FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES: CONTRIBUIÇÕES DA OFICINA PEDAGÓGICA PARA A APRENDIZAGEM DO SOFTWARE SCRATCH. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 291-307. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.53174

BRANDÃO, Carlos Rodrigues; STRECK, Danilo Romeu. (Orgs). Pesquisa participante: a partilha do saber. Aparecida – SP: Ideias & Letras, 2006.

CAMPOS, Carolina Fernanda Cunha; FERREIRA; Mariana Lettieri. PEDAGOGIA DOS MULTILETRAMENTOS NAS AULAS DE LÍNGUA INGLESA: DIÁLOGOS EM EXPERIÊNCIA EM ESTÁGIO. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 266-290. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.52897

CASTELLS, Manuel. O digital é o novo normal. Disponível em: https://www.fronteiras.com/artigos/o-digital-e-o-novo-normal. Acesso em 21 de dez. de 2020.

CARDOSO, Janaína da Silva. Estratégias de aprendizagem: eficácia e autonomia na compreensão oral. Saarbrücken, Alemanha: Novas Edições Acadêmicas, 2016.

CENSI, Luciana de Jesus; JESUS, Lessa Rosane Meire Vieira de. TECNOLOGIAS DIGITAIS MÓVEIS, PRATICANTES DE LÍNGUA INGLESA E UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA O USO DE APPS. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 228-247. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.53427

CIEKANSKI, Maud; KALYANIWALA, Carmenne; MOLLE, Nicolas; PRIVAS-BRÉAUTÉ, Virginie. REAL AND PERCEIVED AFFORDANCES OF IMMERSIVE VIRTUAL ENVIRONMENTS IN A LANGUAGE TEACHER-TRAINING CONTEXT: EFFECTS ON THE DESIGN OF LEARNING TASKS. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 83-111. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.56752

CÓ, Elisa Prado; AMORIM, Gabriel Brito; FINARDI, Kyria Rebeca. ENSINO DE LÍNGUAS EM TEMPOS DE PANDEMIA: EXPERIÊNCIAS COM TECNOLOGIA EM AMBIENTES VIRTUAIS. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 112-140. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.53173

CORRÊA, Cláudio Ricardo. APRENDIZAGEM DE SEGUNDA LÍNGUA POR MEIO DA EDUCAÇÃO ONLINE ABERTA: O USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS, GAMIFICAÇÃO E AUTODIDATISMO NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO LINGUÍSTICA. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 399-410. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.54614

COPE, Bill; KALANTZIS, Mary. (Eds.). Multiliteracies: Literacy Learning and the Design of Social Futures. London: Routledge, p. 121-234, 2000.

COUTO, Mia. E se Obama fosse africano? São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

CRUZ, Fabielle Rocha. ANÁLISE DO DISCURSO E SEGUNDA LÍNGUA: PORTAL 2 NO ENSINO DE VOCABULÁRIO. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 213-227. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.53087

DINIZ; Davidson De Oliveira. ANTENA ARGENTA: RELATO DE USOS DAS REDES SOCIAIS PARA DIFUSÃO DE LITERATURA ARGENTINA NO BRASIL. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 461-468. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.54294

DÖRNYEI, Z. Motivational strategies in the language classroom. Cambridge: CUP, 2001.

FAUCONNIER, Gilles. Mental spaces. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.

FAUCONNIER, Gilles. Mappings in thought and language. Cambridge: Cambridge University Press, 1997.

FINARDI, Kyria Rebeca; SEVILLA-PAVÓN, Ana. (em prensa). Pandemic language teaching: insights from Brazilian and international teachers on the pivot to emergency remote instruction. Em: García Laborda, Jesús; Montaner Villalba, Salvador (Eds.): Language & Education Special issue: Current trends in ELT educational communication during crises. Language & Education.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. Sao Paulo: Paz e Terra, 2004

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 66ª ed. Rio de Janeiro / São Paulo: Paz e Terra, 2018.

GADAMER, Hans-Georg. Verdade e método I: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. Tradução de Flávio Paulo Meurer. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1999.

GEE, James Paul. What video games have to teach us about learning and literacy. 1ª ed. New York: Palgrave/St. Martin’s, 2003.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1999.

HEMAIS, Barbara Jane Wilcox. Práticas pedagógicas no ensino de inglês: integrando gêneros discursivos e multimodalidade. In: HEMAIS, Barbara Jane Wilcox (Org.). Gêneros discursivos e multimodalidade: desafios, reflexões e propostas no ensino de inglês. Campinas, SP: Pontes Editores, 2015, p. 19-34.

HENRIQUE, Trazíbulo. COVID-19 e a internet (ou estou em isolamento social físico). Interfaces Científicas – Humanas e Sociais, Aracaju, v. 8, n.3, p. 173-176, 2020. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2020.

KITAGAWA, Layse Henriques da Costa; LEITE, Bruna Renova Varela; CORRÊA, Cláudio Ricardo. EMPODERAMENTO POR MEIO DE MULTILETRAMENTOS: UM ESTUDO DE CASO INTERATIVO EM AMBIENTE INFOPOBRE. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 248-265. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.53337

KRASHEN, S. Second language acquisition and second language learning. Oxford: Pergamon Press, 1981.

KRESS, Gunther.; VAN LEEUWEN, Theo. Reading images: the grammar of visual design. New York: Routledge, 1996.

LEÃO-JUNQUEIRA, Luciana Braga Carneiro. AQUISIÇÃO DE INGLÊS COMO LÍNGUA ADICIONAL ATRAVÉS DA MESCLAGEM CONCEPTUAL EM VIDEOGAMES DE RPG. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 387-398. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.54153

LIBERALI, Fernanda. Construir o inédito viável em meio a crise de Coronavírus – lições que aprendemos, vivemos e propomos. In LIBERALI, F.; FUGA, V.; DIEGUES, U.; CARVALHO, M. Educação em tempos de pandemia: brincando com um mundo possível. Campinas: Pontes, 2020.

MBEMBE, Achille. Necropolítica. Artes e Ensaios, n. 32, 2016, p.122-151. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/ae/article/view/8993/7169. Acesso em: 21 de dez. de 2020.

O’DOWD, R. From telecollaboration to virtual exchange: state-of-the-art and the role of UNICollaboration in moving forward. Journal of Virtual Exchange, 1, 2018. p. 1 – 23. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/324729746_From_telecollaboration_to_virtual_exchange_state-of-the-art_and_the_role_of_UNICollaboration_in_moving_forward Acesso em: 19 ago. 2020.

OXFORD, Rebecca L. Anxiety and the language learner: new insights. In: ARNOLD, J. (Ed.). Affect in language learning. Cambridge: Cambridge University Press, 1999, p. 50-67.

OXFORD, Rebecca L. Teaching and researching language learning strategies: self-regulation in context. 2ª ed. New York & London: Routledge, 2017.

QUESADA, Allen; DÍAZ-DUCCA, Jenaro A. CYBERL@B AS AN OER FOR LEARNING ENGLISH THROUGH PRACTICE AND COLLABORATION. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 31-57. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.51666

RABARDEL, Pierre. Les hommes et les technologies; approche cognitive des instruments contemporains. Paris: Armand Colin, 1995. ffhal-01017462

RABELLO, Cíntia Regina Lacerda. INTERCÂMBIO VIRTUAL: CONTRIBUIÇÕES PARA A APRENDIZAGEM DA LÍNGUA INGLESA DE ESTUDANTES DE LETRAS. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 58-82. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.53886

RODRÍGUEZ-PEÑARROJA, Manuel. PRAGMATICS: WHY USE AUDIOVISUAL INPUT IN SECOND AND FOREIGN LANGUAGE LEARNING CONTEXTS? Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 161-178. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.53890

RUDIO, Franz Victor. Introdução ao Projeto de Pesquisa Científica. Petrópolis: Editora Vozes, 1985.

SILVA, Daíne Cavalcanti da; BRITO, Glaucia da Silva. TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS NO ENADE DO CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS: ANÁLISE DE 2005 A 2017. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 308-340. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.53858

SILVA, Marco. Sala de Aula Interativa. 3ª ed. Rio de Janeiro: Quartet, 2002.

SOUSA, Carlos Henrique Andrade de; OLIVEIRA, Francisco Thiago Chaves de; MARTINS, Elcimar Simão. ENSINO DE LÍNGUA INGLESA E CULTURA DIGITAL EM TEMPOS DE PANDEMIA: O DESAFIO DE SUPERAR O CURTO ESPAÇO DE TEMPO ENTRE O DITO E O VIVIDO. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 141-160. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.53901

VOGELMANN, Talisson Subtil; FERRAZ, Marcos Guilherme de Souza; BRAWERMAN-ALBINI, Andressa. PRESS START PARA APRENDER: VIDEOGAMES E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, set-dez, 2020, p. 179-212. DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.52630




DOI: https://doi.org/10.12957/redoc.2020.56798

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Indexação:

           


 

Google Acadêmico::

 

(Citações /Métricas)

 

Visualizações:

 


Licença:

  Esta obra está licenciada com uma Licença  Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.