Avaliação das propriedades psicométricas do Indicador de Qualidade para Cardápios da Alimentação Escolar – IQCAE

Rafaella Guimarães Moraes Camargo, Daniel Henrique Bandoni, Semíramis Martins Álvares Domene

Resumo


Objetivo: Avaliar as propriedades psicométricas do Indicador de Qualidade para cardápios da Alimentação Escolar (IQCAE). Métodos: Estudo metodológico utilizou dados secundários do Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar (Brasil) com 2.500 cardápios de 500 municípios brasileiros. Foram avaliados: (1) validade de conteúdo; (2) validade de critério; (3) reprodutibilidade; e (4) a análise de consistência interna. Resultados: O estudo de validade de conteúdo verificou que os componentes do IQCAE foram contemplados no consenso sobre alimentação escolar saudável. Para confirmar a validade de critério, não houve diferença entre a avaliação dos especialistas e do IQCAE. A reprodutibilidade foi ratificada por meio da concordância em estudo interexaminadores. O componente carnes e ovos foi o mais fortemente correlacionado com a pontuação total (r= 0,74), seguido de vegetais, leguminosas e cereais, e tubérculos (r= 0,73; r= 0,68; e r= 0,59; respectivamente). Quatro dos componentes apresentaram esta correlação inversa: laticínios (r= -0,34), horário compatível com a refeição (r= -0,12), embutidos (r= 0,19) e doces como sobremesa (r= 0,20). Conclusão: Os resultados do estudo mostraram que o IQCAE apresentou propriedades psicométricas suficientes para avaliar e monitorar a qualidade de cardápios da alimentação escolar brasileira.

 


Palavras-chave


Validação. Indicador de qualidade. Alimentação Escolar.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2020.44277

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.