CARACTERIZAÇÃO DO COMÉRCIO AMBULANTE DE ALIMENTOS EM BELO HORIZONTE-MG

Marlene Azevedo Magalhães Monteiro

Resumo


Objetivo: Caracterizar o perfil socioeconômico e avaliar as condições higiênico-sanitárias do comércio ambulante de alimentos da região leste de Belo Horizonte-MG. Métodos: Estudo transversal, exploratório, observacional e descritivo. Foram entrevistados 16 ambulantes de alimentos, e a coleta de dados baseou-se na realização de entrevista estruturada e aplicação de check list. Resultados: 62,5% (n=10) dos ambulantes eram homens; a maior parte tinha entre 18 a 30 anos (50,0%; n=8); renda familiar de um salário mínimo (68,8%; n=11); solteiros (56,3%; n=9); e com 1 a 3 filhos (37,5%; n=6). O tempo de serviço no comércio ambulante com maior incidência foi de 1 a 5 anos (37,5%; n=6). Os entrevistados afirmaram ter optado pelo comércio ambulante pela falta de qualificação diante das exigências do mercado (43,8%, n=7); e entre as dificuldades encontradas nesta atividade, 75,0% (n= 12) afirmaram ser a violência urbana e o medo. Em relação às condições higiênico-sanitárias, as fragilidades são o uso de lixeira sem tampa (31,2%; n=7), maionese caseira (56,3%; n=9), gelo produzido com água não potável (56,3%; n=9), não utilização de equipamentos adequados para a conservação do alimento pelo frio (50,0%; n=8), e baixa capacitação na área de manipulação de alimentos (50,0%; n=8). Conclusão: Pode-se observar que a idade mais avançada, a escolaridade precária e o pertencimento a famílias pobres, somados às exigências crescentes do mercado formal, favorecem a inserção dos trabalhadores com esse perfil nas atividades informais, como o comércio de rua. Além disso, algumas inadequações na manipulação e comercialização de alimentos em ruas foram evidenciadas, sendo necessário capacitar os ambulantes, elaborar e implementar legislação específica para esse tipo de comércio visando à Segurança Alimentar.

DOI: http://dx.doi.org/10.12957/demetra.2015.13364

 


Palavras-chave


Comida de rua. Perfil socioeconômico. Segurança alimentar. Higiene dos alimentos.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2015.13364