GUERNICA: ANCORAGENS E OBJETIVAÇÕES

Tania Regina Rossetto, Nerli Nonato Ribeiro Mori

Resumo


Este estudo aborda o processo de ancoragem e objetivação centradas na Teoria das Representações Sociais de Serge Moscovici, utilizando a obra Guernica de Pablo Picasso. Para tanto, objetivamos: discorrer sobre ancoragem e objetivação; abordar vida e obra de Pablo Picasso; demonstrar por meio da obra Guernica como ações individuais emergem do social. Por meio de pesquisa teórica, explicitamos que ao abandonar convenções da arte histórica, Picasso busca a construção a partir da destruição. As cinzas da guerra proporcionam uma nova visão da realidade, o que remete a um futuro possível, visando o respeito pela vida.

Palavras-chave


Teoria da Representação Social; Criação artística; Relações psicossociais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2016.24604

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional