RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS E AS TECNOLOGIAS DIGITAIS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO: FORMAÇÃO E PRÁXIS EM ESCOLAS RIBEIRINHAS

Autores

  • Lucila Pesce Universidade Federal de São Paulo
  • Ana Pâmela Guimarães Pereira Universidade Federal do Oeste do Pará https://orcid.org/0000-0002-2748-3714
  • Doriedon Alves de Almeida Universidade Federal do Oeste do Pará

DOI:

https://doi.org/10.12957/redoc.2021.54919

Palavras-chave:

Recursos Educacionais Abertos. Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação. Práxis escolar ribeirinha. Políticas públicas.

Resumo

Este artigo trata do papel dos Recursos Educacionais Abertos (REA), um movimento que se empenha em promover acesso, uso e reuso de materiais educacionais no contexto da formação e práxis de escolas ribeirinhas da região do baixo Amazonas. Através das perspectivas de um grupo de profissionais de educação no campo da Amazônia paraense, este estudo objetivou examinar os limites e as possibilidades do uso dos REA como Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) na promoção de práticas colaborativas, na formação e práxis em escolas ribeirinhas. O estudo parte da premissa de que os professores têm papel imprescindível na promoção de reflexões e atitudes praxiológicas apesar das estruturas e redes instituídas nas unidades federativas, pois não há rede de ensino sem atuação instituinte, colaboração, criação comum e compartilhamento. O artigo também adverte para o fato de que os conceitos e benefícios dos REA para a educação permanecem restritos a especialistas sobre o tema ou atrelados às diferentes tecnocracias. A metodologia deste trabalho valeu-se da produção de dados, ao longo de sessões de conversa, para um estudo descritivo e crítico da potencialidade didática dos REA. A análise dos dados revela desafios a serem enfrentados, dentre os quais a problemática de políticas públicas educacionais no que se refere à temporalidade e à continuidade dos programas e iniciativas de TDIC na região do baixo Amazonas. Os achados da pesquisa sugerem a existência de coletivos educacionais que possuem criatividade para lidar com insuficiências técnicas e entraves burocráticos, porém demandam políticas públicas voltadas para a melhoria e a instituição de outras práxis.

Biografia do Autor

Lucila Pesce, Universidade Federal de São Paulo

Universidade Federal de São Paulo - Unifesp
Departamento de Educação – PPGE

Downloads

Publicado

2021-01-25

Como Citar

PESCE, Lucila; PEREIRA, Ana Pâmela Guimarães; DE ALMEIDA, Doriedon Alves. RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS E AS TECNOLOGIAS DIGITAIS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO: FORMAÇÃO E PRÁXIS EM ESCOLAS RIBEIRINHAS. Revista Docência e Cibercultura, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 58–79, 2021. DOI: 10.12957/redoc.2021.54919. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/54919. Acesso em: 23 abr. 2024.