Revista Maracanan

Revista Maracanan é a publicação científica editada pelo corpo docente do Programa de Pós-graduação em História da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Seu primeiro número foi impresso em 1999; a partir de 2014, passou para o formato eletrônico; e, a partir de 2019, ganhou publicação quadrimestral, com três edições por ano. São bem-vindos trabalhos originais desenvolvidos por pesquisadores-doutores vinculados a instituições do Brasil e do exterior. Artigos, traduções, resenhas, entrevistas e notas de pesquisas, recebidos em fluxo contínuo, compõem cada número em conjunto com um dossiê.

e-ISSN: 2359-0092 | ISSN: 1807-989X | Ano de criação: 1999 - impresso, 2014 - eletrônico | Área do conhecimento: História | Qualis: B2 (História)


Submissões e Diretrizes para Autores

 

Próximos Temas:

22 (2019) - "As vidas abertas da América Latina: escritas (auto)biográficas"

Publicação: set. 2019.

23 (2020) - "História da propriedade e do direito de acesso"

Chamada: 1 fev. - 30 ago. 2019 | Publicação: jan. 2020.

24 (2020) - "A cidade e suas imagens"

Chamada: 1 set. - 30 dez. 2019 | Publicação: maio. 2020.

25 (2020) - Tema Livre / Sem Tema

Chamada: 1 jan. - 30 abr. 2020 | Publicação: set. 2020

Notícias

 

Chamada Aberta: Dossiê "História da Propriedade e do Direito de Acesso"

 

O dossiê temático número 22 da Revista Maracanan trará como tema central uma reflexão sobre a “História da Propriedade e do Direito de Acesso” nos séculos XVI-XIX. Assim, serão bem-vindas contribuições com foco em discussões teóricas, debates conceituais e estudos de casos relevantes. A propriedade pode ser pensada em suas diversas dimensões e sobre múltiplos aspectos, dentre os quais: a propriedade da terra ou de escravos, evidenciando nuances na forma de possuir; a propriedade intelectual; a cultura e o patrimônio; as tensões agrárias; etc. O período escolhido caracteriza-se por ser um momento de transição bastante complexo, fazendo conviver muitas formas de propriedade, não somente do ponto de vista jurídico, mas sobretudo das relações sociais estabelecidas por meio destas. Tal realidade pode ser observada em suas especificidades nas diferentes conjunturas temporais e geográficas, portanto, o dossiê intenta alargar o escopo, recebendo artigos que versem sobre o Brasil colonial e do século XIX, como também de outros contextos, como América hispânica e inglesa, África, Europa e Ásia,

Prazo para submissões: 1 fev. - 30 ago. 2019.

Lançamento da edição: Jan. 2020.

 
Publicado: 2019-02-13 Mais...
 
Outras notícias...

n. 21 (2019): Trabalhadores livres e escravizados no Mundo Atlântico


Capa da revista