Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Diretrizes para Autores

A Revista Maracanan publica dossiês temáticos, artigos livres e notas de pesquisa recebidos em fluxo contínuo em português, inglês, francês ou espanhol. Além disso, aceita contribuições inéditas em forma de resenhas, traduções, entrevistas e depoimentos. 

Para as seções de Artigos Livres e Dossiê, ao menos um dos autores deve possuir o título de doutor ou estar cursando o doutorado; os demais autores devem possuir o título de mestre ou estarem cursando o mestrado. Para as seções Notas de pesquisa, Resenhas, Traduções e Entrevistas, os autores devem possuir ao menos o título de mestre ou estar cursando o mestrado.

A submissão, processamento e publicação dos artigos é integralmente gratuita.

Os trabalhos devem ser submetidos através deste site.

 

1. MODO DE APRESENTAÇÃO

• Todos os textos apresentados devem ser digitados em Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5, margens 2,0 cm., e salvos no formato DOC (versão Documento Word 97-2003).

• No corpo do texto e nas notas de rodapé não deve existir qualquer tipo de referência que possibilite a identificação da autoria.

• Os artigos devem indicar, na primeira nota de rodapé, se a pesquisa recebeu financiamento, devendo este ser especificado.

•  Os autores devem estar cadastrados na plataforma com dados de identificação completos: nome, vinculação institucional, endereço de e-mail, ORCID. Além de uma breve nota biográfica com filiação institucional (Cargo, Departamento, Instituto, Instituição) e formação (Doutorado, Mestrado, Especialização, Graduação).

Os artigos obrigatoriamente devem apresentar título em português e inglês, resumo e abstract, entre 100 e 300 palavras, e de três a cinco palavras-chave em português e inglês.

Ao final dos artigos devem constar obrigatoriamente as referências bibliográficas.

• Serão aceitas resenhas de livros nacionais publicados até dois anos antes da submissão e de livros estrangeiros publicados até quatro anos antes.

• Número de caracteres, considerando os espaços:

·                                 ·  Artigos inéditos: no mínimo 35.000 e no máximo 65.000 caracteres, com espaços; 

·                                 · Resenhas: no mínimo 8.000 e no máximo 15.000 caracteres, com espaços;

·                                 · Notas de Pesquisa, Entrevistas e Depoimentos: no mínimo 10.000 e no máximo 35.000 caracteres, com espaços.

• As imagens utilizadas nos textos, em preto e branco ou em cores, devem ser acompanhadas de legendas (superior) e referências completas (inferior). Os arquivos devem ser enviados em formato JPEG, com resolução mínima de 100 dpi.

 

2. NOTAS, CITAÇÕES E REFERÊNCIAS

• As citações curtas, de até três linhas, devem permanecer no corpo do texto, entre aspas (sem itálico).

• As citações longas, a partir de quatro linhas, devem ser destacadas com recuo de quatro centímetros, fonte 11 e espaçamento simples (sem itálico e sem aspas).

As referências devem vir no corpo de texto seguindo o estilo Chicago/Autor-Data, no seguinte formato: (SANTOS, 2005, p. 19).

As Notas de rodapé deverão ser sucintas. Elas podem ser explicativas, informativas ou conter comentários curtos pertinentes a informações que, de outro modo, poderiam quebrar a fluência textual.

• Serão aceitas referências de fontes de arquivos, sobretudo manuscritas, no formato de Nota de pé de página.

A referência completa à obra citada deve obrigatoriamente aparecer ao final do texto, na seção de Referências. 

• Para fontes ou demais materiais que não tenham/apresentem as informações completas – tais como numeração de página, data de publicação e local de publicação – podem-se adotar os recursos das expressões entre colchetes:

            •  [s/p] = sem página

            •  [s/d] = sem data

            •  [s/l] = sem local

• Em caso de não haver numeração de páginas, mas ser possível contabilizá-las; bem como o de haver um ano de publicação provável ou conhecido, mas não indicado explicitamente: pode-se optar por indicar os mesmos entre colchetes. Ex: [ca. 1970]; [1798?].

• Para fontes e demais materiais que não tenham identificação de autoria, pode-se utilizar o título para as citações no corpo de texto Ex: (GAZETA DO RIO DE JANEIRO, 1808, [3]).

Somente deve ser listado na seção de Referências material citado no texto. Em caso de publicação eletrônica, devem ser acrescidos os dados de consulta. Ex.: Publicado em 18 abr. 2021. Disponível em https://www.... Acesso em 30 maio 2021.

• Caso o mesmo autor apareça mais de uma vez na lista de Referências, deve-se repetir o sobrenome, evitando-se o uso de traços.

• O nome dos tradutores é considerado como informação complementar e só deverá ser incluído nas Referências quando for relevante para o estudo.

 

3. MODELOS DE CITAÇÃO

3.1. Livro autoral

SOBRENOME, Nome. Título da obra em itálico: subtítulo sem itálico. Cidade: Editora, Ano.

Exemplo: KOSELLECK, Reinhart. Futuro passado: contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto: PUC-Rio, 2006.

 

3.2. E-book

SOBRENOME, Nome. Título da obra em itálico: subtítulo sem itálico. Cidade: Editora, Ano. E-book. Disponível em [URL do site]. Acesso em [dia mês ano].

Exemplo: BAVARESCO, Agemir; BARBOSA, Evandro; ETCHEVERRY, Katia Martin (Orgs.). Projetos de filosofia. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2011. E-book. Disponível em http://ebooks.pucrs.br/edipucrs/projetosdefilosofia.pdf. Acesso em 21 ago. 2011.

 

3.3. Capítulo de livro

SOBRENOME, Nome (Org.). Título do capítulo. In: SOBRENOME, Nome. Título da obra em itálico: subtítulo sem itálico. Cidade: Editora, Ano, p. x-xx.

Exemplo: RICOEUR, Paul. Fase Documental: a Memória Arquivada. In: RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Campinas: Ed. Unicamp, 2007, p. 155–192.

 

3.4. Coletânea

SOBRENOME, Nome (Org.). Título da obra em itálico: subtítulo sem itálico. Cidade: Editora, Ano.

Exemplo: CARDOSO, Ciro Flamarion; MALERBA, Jurandir (Orgs.). Representações: contribuições a um debate transdisciplinar. Campinas: Papirus, 2000.

 

3.5. Artigo em periódico

SOBRENOME, Nome. Título do artigo. Nome do periódico em itálico, Instituição, Cidade, v. x, n. y, p. x-x, meses abreviados (se houver) Ano.

Exemplo: RIGOLOT, François. The Renaissance Crisis of Exemplarity. Journal of the History of Ideas, Philadelphia, v. 59, n. 4, p. 557-563, 1998.

 

3.6. Texto online

SOBRENOME, Nome. Título do texto. Nome do Site em Itálico. (Site). Publicado em: dia, mês (abreviado), ano. Disponível em [URL do site]. Acesso em [dia mês (abreviado) ano].

Exemplo: BENTIVOGLIO, Julio. Precisamos falar sobre o currículo de História. Café História. (Site). Publicado em 15 maio 2017. Disponível em https://www.cafehistoria.com.br/curriculo-de-historia/. Acesso em 18 abr. 2018.

 

3.7. Texto completo publicado em anais de evento

SOBRENOME, Nome. Título do trabalho. Anais do [...] (em itálico). Nome do evento em itálico. Cidade do Evento, Instituição organizadora, ano. Cidade da Publicação: Editora, ano, p. x-xx.

Exemplo: ARAÚJO, Rodrigo Cardoso Soares de. O polêmico Corsário, um pasquim da Corte Imperial (1880-1883). Anais [...]. I Seminário Dimensões da Política na História: Estado, Nação, Império. Juiz de Fora, UFJF, 2007. Juiz de Fora, MG: Clio Ed., 2007, p. 500-501.

 

3.8. Dissertação ou tese

SOBRENOME, Nome. Título da tese em itálico: subtítulo em itálico. Ano. Tese/Dissertação (Grau e Curso) - Unidade, Universidade, Cidade, Ano.

Exemplo: RIBEIRO, Tatiana O. A apódexis herodotiana: um modo de dizer o passado. 2009. Tese (Doutorado em Letras Clássicas) – Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.

 

3.9. Matéria de jornal

SOBRENOME, Nome. Título do artigo. Nome do Jornal [em itálico], Cidade, dia mês (abreviado) Ano. Caderno, p. x-xx. [Obs: para publicações online, acrescentar: disponível em... Acesso em...]

Exemplo: GLEISER, Marcelo. Newton, Einstein e Deus. Folha de S. Paulo, São Paulo, 13 jun. 2010. Ilustrada, p. 23.

 

3.10. Documento depositado em arquivo.

 

    a) Exemplo com autoria:

CPDOC-FGV. Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas, Arquivo Pedro Ernesto Batista, série Correspondência; PEB c 1935.01.15. ARANHA, Luís. Carta a José Pinto. Rio de Janeiro, 15 jan. 1935.

Obs.: Caso as referências apresentem mais de um documento do mesmo arquivo, deve-se repetir somente a sigla inicial. Ex.: CPDOC-FGV, Arquivo Pedro Ernesto Batista, série Correspondência; PEB c 1956.03.29. ARANHA, Luís. Carta a Heloisa Palmério. Rio de Janeiro, 29 mar. 1956.

 

    b) Exemplo sem autoria:

AHU. Arquivo Histórico Ultramarino, Atas do Conselho de Lisboa, Conselho Ultramarino, Brasil, Pernambuco, 015, cx. 28, doc. 2502. Lisboa, 3 jan. 1817.

Obs.: Caso as referências apresentem mais de um documento do mesmo arquivo, deve-se repetir somente a sigla inicial, podendo-se abreviar fundo, seção e subseção, quando for de uso corrente. Ex.: AHU, ACL, CU, Brasil, Pernambuco, 015, cx. 28, doc. 2600. Lisboa, 18 jun. 1817.

- Sempre que possível, forneça todos os dados para a localização do documento no arquivo, tais como título do fundo ou da coleção, série, subsérie, notação (código do conjunto), instituição de guarda, local, data do documento.

 

4. AVALIAÇÃO

•  Todos os artigos e notas de pesquisa serão condicionados à avaliação cega por pares. O exame do material submetido caberá a dois pareceristas externos, convidando-se um terceiro avaliador em casos de discordância entre as conclusões remetidas à Revista.

• Os autores serão notificados do aceite ou não dos respectivos trabalhos, podendo o texto estar sujeita a modificações, conforme a indicação dos avaliadores.

• O artigo submetido à Revista deve ser inédito e original e não deve estar sendo considerado por outra publicação.

• Cada autor só poderá ter um artigo em processo de avaliação, a partir da data de submissão até a publicação.

• A Revista observará, ainda, um intervalo de dois anos entre a publicação de um artigo e o início de um novo processo de submissão pelos autores.

Mais informações...

 

Todos os textos apresentados devem ser digitados em Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5, margens 2,0 cm e salvos no formato •DOC (versão Documento Word 97-2003).

Dossiê

Artigos inéditos baseados em pesquisas, de professores-doutores ou doutorandos, relacionadas às chamadas dos dossiês temáticos abertos à submissão, com no mínimo 35.000 e no máximo 65.000 caracteres, com espaços.

Artigos

Artigos inéditos, baseados em pesquisas de professores-doutores ou doutorandos, não relacionadas aos dossiês temáticos em tela, com no mínimo 35.000 e no máximo 65.000 caracteres, com espaços.

Notas de Pesquisa

Breves relatórios preliminares sobre projetos de pesquisa em andamento, enfocando hipóteses, progresso e desafios e também incluindo análise, técnicas e métodos de fontes e desenvolvimentos de previsão, com no mínimo 10.000 e no máximo 35.000 caracteres, com espaços. Aceita-se contribuições de pesquisadores que sejam, no mínimo, mestrandos.

Resenhas

Análises críticas de livros nacionais (publicados até 2 anos antes) e estrangeiras (publicados até 4 anos antes), com no mínimo 8.000 e no máximo 15.000 caracteres, com espaços.

Entrevistas

Entrevistas com indivíduos cujas histórias de vida ou realizações profissionais são relevantes para a temática do dossiê ou para a historiografia, com o mínimo 10.000 e no máximo 35.000 caracteres, com espaços.

Traduções

Traduções inéditas de artigos ou capítulos publicados em periódicos ou livros estrangeiros, sem limite mínimo e máximo de caracteres.

Os detentores dos direitos autorais, sejam autores, periódico ou editora, devem autorizar a publicação.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta Revista serão usados exclusivamente para os serviços de publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.