MANEJO DO EXCESSO DE PESO EM MULHERES NA ATENÇÃO PRIMÁRIA

Aline Cristine Souza Lopes, Raquel De Deus Mendonça, Mariana Carvalho Menezes, Paula Martins Horta, Luana Caroline dos Santos

Resumo


Objetivo: Comparar duas estratégias de redução ponderal em mulheres com excesso de peso, pautadas na prática regular de exercícios físicos e educação alimentar e nutricional, em serviços da Atenção Primária à Saúde. Metodologia: Realizou-se ensaio comunitário controlado não randomizado durante dez meses com mulheres ≥ 20 anos com excesso de peso. O grupo controle incluiu mulheres que praticavam exercícios físicos e tinham acompanhamento nutricional coletivo; e o grupo intervenção, por aquelas que participaram destas atividades somadas ao aconselhamento nutricional individual. Resultados: Foram avaliadas 52 mulheres (grupo intervenção: 26; grupo controle: 26) com cerca de 50 anos e média de índice de massa corporal de 30kg/m². Após a intervenção nutricional, mulheres do grupo intervenção apresentaram redução do peso (p=0,002), do índice de massa corporal (p=0,002) e da circunferência da cintura (p=0,005). Não houve alterações significativas no grupo controle. Conclusão: O acompanhamento nutricional individual associado ao coletivo e à prática de exercícios físicos possibilitou a melhoria no perfil antropométrico das mulheres, reforçando a necessidade da integração das ações de serviços de saúde para o efetivo manejo do excesso de peso.

DOI: 10.12957/demetra.2018.36566

 


Palavras-chave


Serviços de Saúde. Educação Alimentar e Nutricional. Obesidade. Exercício.



DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2018.36566

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.