EDUCAÇÃO DO CAMPO: DA AGENDA POLÍTICA À IMPLEMENTAÇÃO

Edir Neves Barboza, Renata Portela Rinaldi

Resumo


Este artigo versa sobre a implementação da Educação do Campo enquanto política pública educacional e suas implicações na vida dos camponeses. A pesquisa de natureza documental dialoga com documentos normativos e autores do campo de estudo discutido como: Rosa e Caetano (2008), Ribeiro (2013) Molina, Antunes e Rocha (2014), assim como Kingdon (1995), Viana (1996) e Rua (2013). As primeiras análises revelam que a participação dos movimentos de luta pela terra foi importante para a implementação da política educacional para a Educação do Campo, desse modo trata-se de compreender a relação sociedade versus estado, a agenda política, os atores, a implementação como categorias abarcadas para visualizar a efetividade dessa política educacional.


Palavras-chave


Educação do Campo; Política Educacional; Movimentos Sociais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2019.40294

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional