Mídia e educação: os endereçamentos do filme “Barbie escola de princesas”

Michely Calciolari Souza, Teresa Kazuko Teruya

Resumo


Este artigo objetiva identificar quais as pedagogias culturais representadas no filme Barbie Escola de Princesas, protagonizado pela boneca Barbie. Com base na metodologia dos Modos de Endereçamento e nos estudos de Educação, Mídia e Gênero e na linha de pesquisa Ensino, Aprendizagem e Formação de professores, buscamos responder a seguinte questão: Quais as pedagogias culturais representadas no filme Barbie Escola de Princesas, que oferece modos de agir às meninas? As conclusões indicam que as pedagogias culturais presentes no filme enfatizam o consumo de produtos e de modelos de feminilidade. Tais endereçamentos e pedagogias culturais, também podem ser encontrados em sala de aula, na relação de alunos/as e professores/as.


Palavras-chave


Educação. Estudos Culturais. Mídia. Gênero.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2018.33301

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - B1 - Educação
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional