O amigo, o caderno, o pensar

Rosana Aparecida Fernandes

Resumo


O filme “Onde Fica a Casa do Meu Amigo?”, de Abbas Kiarostami, traz a relação de dois amigos. Mohammad foi três vezes advertido pelo professor por não comparecer à aula com o dever devidamente resolvido no caderno. O professor rasga a folha exibida por Mohammad, e ameaça expulsar o menino se ele voltar a apresentar tarefas escolares em folhas avulsas. De posse do caderno de Mohammad, o amigo Ahmad cuida do ca-derno com fidelidade, vigilância e empenho. Até tenta explicar para a mãe, o avô, e ou-tras pessoas a necessidade de procurar o amigo para devolver o caderno, mas não obtém êxito. Mohammad e Ahmad imergem no secreto que subsiste às exposições e se inscreve no caderno. O argumento do filme apresenta certa relação com o caderno e o amigo, movimenta interrogações que circundam o caderno, o uso do caderno em uma escola, e a amizade que se faz, muitas vezes, condição para pensar, e ir além dos próprios limites. Interessa explorar, neste artigo, elementos do argumento e problemáticas desafiadas pelo filme, especialmente os conceitos de público e de privado.

Palavras-chave


Estudar. Amizade. Pensar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional