A BRINCADEIRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA EXPERIÊNCIA DE PESQUISA E INTERVENÇÃO

José Ricardo Silva, José Milton de Lima

Resumo


O objetivo foi conhecer e intervir sobre a concepção e a prática de uma professora no emprego da brincadeira. Após as investigações, foram realizadas intervenções teóricas e práticas tomando como base a teoria histórico-cultural. Os resultados apontam a presença da brincadeira na creche, entendida como importante para o desenvolvimento infantil. A investigação apontou a presença da brincadeira espontânea e complexa nas propostas da educadora. As intervenções demonstraram a importância da atuação do professor na ampliação da cultura lúdica das crianças, avanços na qualidade do brincar e diversificação de conteúdos e temas. Segundo a educadora, as intervenções contribuíram para uma mudança em sua concepção, no entanto, ainda apontou indicativos que dificultam suas ações.

Palavras-chave


Educação Infantil; brincadeira; Teoria histórico-cultural.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional