Comunicação de notícias difíceis na atenção básica à saúde: percepção dos estudantes de enfermagem [Communicating difficult news in primary health care: Nursing students’ perceptions] [Comunicación de noticias difíciles en la atención de salud básica: percepción de estudiantes de enfermería]

Larissa Merino de Mattos, Caroline Bettanzos Amorim, Graziele de Lima Dalmolin, Rafael Chiesa Avancini, Felipe Godinho Lima, Edison Luiz Devos Barlem

Resumo


Objetivo: conhecer a percepção dos estudantes de enfermagem acerca da comunicação de notícias difíceis na Atenção Básica à Saúde mediante suas vivências no período de formação. Método: estudo descritivo com abordagem qualitativa no qual participaram 12 estudantes de enfermagem de uma universidade pública do sul do Brasil. Os dados foram coletados em junho de 2019, a partir da técnica de grupo focal e submetidos à análise textual discursiva. Resultados: emergiram duas categorias: “percepção dos estudantes acerca das notícias difíceis na Atenção Básica à Saúde” e “formação em enfermagem para comunicação de notícias difíceis”. Conclusão: percebe-se que os estudantes possuem fragilidades em comunicar notícias difíceis na atenção básica à saúde durante o período de formação. Para que seja possível preencher essa lacuna, as instituições formadoras têm um grande caminho a percorrer, adotando estratégias para o fortalecimento do processo de comunicação de notícias difíceis tanto na teoria quanto na prática.

ABSTRACT

Objective: to learn Nursing students’ perceptions as regards communicating difficult news in Primary Health Care, as experienced during the training period. Method: in this qualitative, descriptive study, the participants were 12 Nursing students from a public university in southern Brazil. Data were collected in June 2019, using the focus group technique, and submitted to discursive textual analysis. Results: two categories emerged: “students’ perception of difficult news in Primary Health Care” and “Nursing training to communicate difficult news”. Conclusion: the students were found to suffer from weaknesses in communicating difficult news in Primary Health Care during the training period. Training institutions have a long way to go to fill this gap by adopting strategies to strengthen the process of communicating difficult news in both theory and practice.

RESUMEN

Objetivo: conocer la percepción de los estudiantes de enfermería sobre la comunicación de noticias difíciles en la Atención Primaria de Salud a través de sus experiencias durante el período de formación. Método: estudio descriptivo con enfoque cualitativo en el que participaron 12 estudiantes de enfermería de una universidad pública del sur de Brasil. Los datos fueron recolectados en junio de 2019, con base en la técnica del grupo focal y sometidos al Análisis Textual Discursivo. Resultados: surgieron dos categorías: “percepción de los estudiantes sobre las noticias difíciles en Atención Primaria de Salud” y “capacitación en enfermería para comunicar noticias difíciles”. Conclusión: se observa que los estudiantes tienen debilidades para comunicar noticias difíciles en la atención primaria de salud durante el período de formación. Para poder llenar este vacío, las instituciones a cargo de la capacitación tienen un largo camino por recorrer, adoptando estrategias para fortalecer el proceso de comunicación de noticias difíciles, tanto en la teoría como en la práctica.


Palavras-chave


Enfermagem; Atenção Primária à Saúde; Comunicação em Saúde; Estudantes.

Texto completo:

PDF(POR) PDF(ENG) (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2021.55390

Direitos autorais 2021 Larissa Merino de Mattos, Caroline Bettanzos Amorim, Graziele de Lima Dalmolin, Rafael Chiesa Avancini, Felipe Godinho Lima, Edison Luiz Devos Barlem

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.