Significados e experiências culturais em amamentação entre mulheres de dois países [Meaning and cultural experiences of breastfeeding among women from two countries] [Significados y experiencias culturales en lactancia entre mujeres de dos países]

Pernelle Paula Laurencine Pastorelli, Eliane Caldas do Nascimento Oliveira, Laura Johanson da Silva, Leila Rangel da Silva, Maíra Domingues Bernardes Silva

Resumo


Objetivo: identificar as experiências culturais relacionadas às decisões maternas para a amamentação entre dois países, visando compreender seus significados. Método: pesquisa qualitativa através de estudo de caso, sendo realizadas nove entrevistas semiestruturadas, com mulheres brasileiras e francesas, no período de abril a dezembro de 2017. Aplicou-se a análise temática de Bardin aos depoimentos. O projeto da pesquisa teve anuência de Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: quatro categorias emergiram da análise dos depoimentos: escolha, cultura e influências; entre benefícios e prazer; idealismo da amamentação; relação com o corpo: dor, pudor e sexualidade. Conclusão: as entrevistadas brasileiras apontam para uma valorização da mulher que amamenta e uma culpabilização daquela que não o faz. E para as francesas a sociedade veicula a ideia de que amamentação significa falta de liberdade. Nos dois lados ainda falta a mulher se apropriar dos seus desejos.

ABSTRACT

Objective: to identify the cultural experiences related to maternal breastfeeding decisions between two countries, aiming to understand their meanings. Methods: qualitative research through case study. Nine semi-structured interviews were conducted with Brazilian and French women, from April to December 2017. Bardin's thematic analysis was applied to the statements. The study was approved by ethics research committee. Results: four categories emerged: choice, culture and influences; between benefits and pleasure; breastfeeding idealism; relationship with the body: pain, shame and sexuality. Conclusion: in Brazil there is an appreciation of women who breastfeed and a blame for those who do not. In France society conveys the idea that breastfeeding means lack of freedom. In both countries the woman still needs to take ownership of her wishes.

RESUMEN

Objetivo: identificar las experiencias culturales relacionadas con las decisiones de lactancia materna entre dos países, con el objetivo de comprender sus significados. Método: investigación cualitativa a través del estudio de caso. Fueron nueve entrevistas semiestructuradas con mujeres brasileñas y francesas, de abril a diciembre de 2017. El análisis temático de Bardin se aplicó a los datos. La investigación tuvo anuencia del Comité de Ética en Investigación.  Resultados: cuatro categorías emergieron: elección, cultura e influencias; entre beneficios y placer; idealismo de la lactancia materna; relación con el cuerpo: dolor, pudor y sexualidad. Conclusion: en Brasil, hay valorización de la mujer que amamanta y  culpabilización de aquella que no lo hace. En Francia, la sociedad vehicula la idea de que la lactancia significa falta de libertad. En los dos países todavía falta la mujer apropiarse de sus deseos.


Palavras-chave


Amamentação; cultura; França; Brasil

Texto completo:

PDF(POR) PDF(ENG) (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2019.40605

Direitos autorais 2019 Pernelle Paula Laurencine Pastorelli, Eliane Caldas do Nascimento Oliveira, Laura Johanson da Silva, Leila Rangel da Silva, Maíra Domingues Bernardes Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.