Pedagogias em disputa: Denize Sepulveda entrevista Sara Wagner York

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2021.63471

Palavras-chave:

travesti da/na educação, pedagogia em disputa, movimentos sociais, transepistemologia, formação de professoras/es

Resumo

O apresente texto desdobra formas de se fazer e falar sobre e com sujeitas implicadas com suas salas de aula e, sobretudo, com o ensino de formação de professoras e professores, mas não só, é sobre formas (in)visíveis de Educação. Ao trazermos essa entrevista, podemos de algum modo produzir nossos arquivos e até as nossas memórias que estão em constante disputa. Em 2018, a professora Sara Wagner York, afirmou em muitas de suas lives ter catalogado mais de 500 Trabalhos de Conclusão de Curso de Pedagogia, do curso de Educação a Distância – EAD da UERJ entre os anos de 2010 a 2017. Após levantamento inicial verificou se que as palavras Ludicidade, Letramento e Diversidade eram as mais presentes. Diante do levante conservador a partir do Golpe de Estado de 2016, ficou ainda mais perceptível a inserção de mulheres e homens evangélicos nos cursos de docência e principalmente nos cursos de Pedagogia. Evangélicas/os inseriam “diversidade” como palavra-chave, intencionando uma educação para todos. Um movimento similar também era produzido por jovens e adultas/os/es trans e travestis que perceberam a educação, e principalmente a Pedagogia, como instrumento fundante para mudança no cenário nacional. Esta entrevista realizada no ano pandêmico de 2021, no mês de setembro, marca um movimento cada vez mais frequente: a ocupação da diferença (marcada pelo gênero, sexualidades e identidades - e seus vários corpos) na cena educacional brasileira.

Referências

ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. Trad. Mauro W. Barbosa. São Paulo: Perspectiva, 2011.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Diário Oficial, 5 out. 1988. Disponível em: . Acesso em: 29 ag. 2021.

CARA, Daniel Trajeiro. Entrevista Sara York: A Travesti da/na educação. Entrevista sobre atuação e vida da professora Sara Wagner York. Educação. UFSM, v. 45, p. 110-1-35, 2020.

CAVALCANTI, Céu, et all. The Tarantula Tentacles: Abjection and Necropolitics in Police Operations to Trans Women in Post-redemocratized Brazil. Psicologia: Ciencia e Profissão, v. 38, n. número especial 2, 2018.

DOSSIÊ dos assassinatos e da violência contra travestis e transexuais brasileiras em 2020. Bruna G. Benevides, Sayonara Naider Bonfim Nogueira (Orgs). São Paulo: Expressão Popular, ANTRA, IBTE, 2021

DOUGLASS, Frederic. Frederic Douglass: Autobiografia de um escravo. São Paulo: Editora vestígio. 2021.

FANON, Frantz. Os condenados da terra. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 1961

MBEMBE, Achille. "The Power of the Archive and its Limits." Refiguring the archive. Springer, Dordrecht, 2002. 19-27.

MOMBAÇA, Jota. O mundo é meu trauma. PISEAGRAMA, Belo Horizonte, número 11, página 20 - 25, 2017

OLIVEIRA, Megg Rayara Gomes de. O diabo em forma de gente: (r)existências de gays afeminados, viados e bichas pretas na educação. 2017. 190 f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2017.

PAIVA, Jane. Inclusão na Educação de Jovens e Adultos. Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica - ISSN: 2236-2150, [S.l.], v. 1, n. 01, abr. 2011. ISSN 2236-2150. Disponível em: <https://ojs2.ifes.edu.br/index.php/dect/article/view/3/2>. Acesso em: 01 set. 2021.

PRECIADO, Paul. B. Um apartamento em Urano: Crônicas da travessia. Prefácio de Virginie Despentes. Zahar. 2020.

POCAHY, Fernando. Um corpo entre o gênero e a sexualidade: notas sobre educação e abjeção. Instrumento: Revista de Estudo e Pesquisa em Educação, Juiz de Fora, v. 12, n. 2, p. 125-135, 2010.

SEPULVEDA, José Antonio; SEPULVEDA, Denize. As práticas e as políticas curriculares de inclusão e o direito à diferença. Revista e-Curriculum, v. 14, n. 4, p. 1258-1287, 2016.

SILVA, Denise Ferreira da. A dívida impagável. Trad. Amilcar Packer e Pedro Daher. São Paulo: Forma Certa, 2019.

VIEIRA, José Jairo; SILVA, Priscila Aleixo da; VIEIRA, Andréa Lopes da Costa. A Política de educação a distância e o aumento das vagas nas instituições de ensino superior: apontamentos. Revista on-line de Política e Gestão Educacional, p. 776-792, 2017.

YORK, Sara Wagner. Tia, você é homem? Trans da/na educação: Des(a)fiando e ocupando os “cistemas” de Pós-Graduação. 2020. 190 p. Dissertação (Mestrado em Educação) orientada pelo professor Doutor Fernando Altay Pocahy com bolsa CNPq – Faculdade de Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2020.

¬¬¬¬¬¬¬¬____. Apresentação do dossiê CRIP. Educação em Análise, v. 6, n. 1, p. 3-8. 2021. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/educanalise/issue/view/1774/showToc>. Acesso em: 18 set. 2021

YORK, Sara Wagner; OLIVEIRA, Megg Rayara Gomes; BENEVIDES, Bruna. "Travesti Textual (insubmiss) Manifestations". Revista Estudos Feministas 28.3 (2020).

Downloads

Publicado

17-11-2021

Como Citar

YORK, Sara Wagner; SEPULVEDA, Denize. Pedagogias em disputa: Denize Sepulveda entrevista Sara Wagner York. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 1313–1332, 2021. DOI: 10.12957/riae.2021.63471. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/63471. Acesso em: 20 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)