DESENHO DIDÁTICO DE CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DURANTE O ENSINO REMOTO EMERGENCIAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/redoc.2022.65998

Palavras-chave:

Desenho Didático Interativo. Educação Online. Formação de professores. Ensino remoto emergencial.

Resumo

A partir do conceito de desenho didático interativo (SANTOS & SILVA, 2009), o artigo apresenta a experiência da concepção, desenho e oferta do curso de pós-graduação em Educação online, recursos interativos e colaborativos na Universidade Federal do Tocantins no ano de 2021/2022 com a pandemia de Covid-19 em andamento e as aulas presenciais suspensas. A primeira parte do texto aborda o protagonismo dos professores que mesmo diante do desconhecido, buscaram adaptar-se ao ensino remoto emergencial. Em seguida ressalta a importância dos cursos de formação inicial e continuada na área de tecnologia educativa e apresenta um modelo de desenho didático que contempla as habilidades e competências necessárias para a atuação docente no mundo pós-pandemia. O artigo finaliza apresentando a experiência do curso supracitado apontando os pontos fortes de formações que contemplam a integração das tecnologias permeadas por atividades colaborativas e interativas

Biografia do Autor

Elaine Jesus Alves, Universidade Federal do Tocantins

Doutora em Ciências da Educação na Universidade do MInho

Professora do Programa de Mestrado em Ensino de Ciências e Saúde da UFT.

Referências

ALMEIDA, B. O.; ALVES, L. R. G. Letramento digital em tempos de COVID-19: uma análise da educação no contexto atual. Debates em Educação, v. 12, n. 28, p. 1-18, 2020.

ALVES, E. J. Formação de professores, Literacia Digital e Inclusão Sociodigital: Estudo de caso em curso a distância da Universidade Federal do Tocantins. Tese (Doutorado em Ciências da Educação) Instituto de Educação, Universidade do Minho, Braga, 2017.

ALVES, E. J.; C. FARIA., D. C. Educação em tempos de pandemia: lições aprendidas e compartilhadas. Revista Observatório, v. 6, n. 2, p. a16pt, 1 abr. 2020.

ALVES, E.J. FARIA, D. C. A criação de artefatos digitais no âmbito do desenho didático do ensino remoto emergencial. Revista Inovação & Humanidades, v. 8, n. 41, pp. 32-48, 2021.

ANDRADE, L. S. Formação de professores em nível médio na modalidade a distância: a experiência do Proformação. (Tese de doutorado), Universidade de Brasília, Brasília, DF, Brasil, 2009.

COSTA, F. A. O potencial transformador das TIC e a formação de professores e educadores. In: M. E. Almeida, P. Dias, & B. Silva, O potencial transformador das TIC e a formação de professores e educadores. São Paulo: Loyola, pp. 47-72, 2013.

COSTA, F., CRUZ, E., RODRIGUEZ, C., & VIANA, J. As TIC na formação inicial de professores em Portugal e no Brasil: desafi os e possibilidades. In C. ROCHA, D. BRAGA, & R. CALDAS (Orgs.), Políticas linguísticas, ensino de línguas e formação docente: desafios em tempos de globalização e internacionalização. 2015, pp. 129–154. Campinas, SP: Pontes Editoras.

COSTA, J. Prefácio. In: ALVES, J.M & CABRAL, I. Ensinar e aprender em tempo de COVID: entre o caos e a redenção. Porto: Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa, 2020.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996. (Coleção leitura).

GATTI, B. A. SHAW, G.L.; PEREIRA, J.G.L.T. Perspectivas para formação de professores pós pandemia: um diálogo. Revista Práxis Educacional v.17, n.45, p. 1-25, abr./jun. 2021.

GUSSO et al. Ensino superior em tempos de Pandemia: diretrizes à Gestão Universitária. Debates e Polêmicas. Educ. Soc., Campinas, v. 41, 2020.

HABOWSKI, A. C; CONTE, E.. Juventude, tecnologia e educação: contextos emergentes. Roteiro, Joaçaba, v.45, p.1-24, 2020.

HAN, B. O coronavírus de hoje e o mundo de amanhã, segundo o filósofo Byung Chul-Han. El País Brasil, 22 de março de 2020. Disponível em: https:// brasil.elpais.com/ideas/2020-03-22/o-coronavirus-de-hoje-e-o-mundo-de-amanhasegundo-o-filosofo-byung-chul-han.html. Acessado em: 29 abr. 2020.

MELO NETO, J. A. de. Por uma teoria da aprendizagem para o Ensino Remoto. Disponível em https://desafiosdaeducacao.grupoa.com.br/teoria-da-aprendizagem-para-o-ensino-remoto/ Acesso em 11 mar. 2022.

MISHRA, P., & KOEHLER, M. Technological pedagogical content knowledge: A new framework forteacher knowledge. Teachers College Record, 6 (108), 2006, pp.1017-1054.

NÓVOA, A. Os professores na virada do milênio: do excesso dos discursos à pobreza das práticas. Educação e Pesquisa, 25 (1), 11-20, 1999.

NÓVOA, A. Nada será como Antes. Revista Pátio, 72. Porto Alegre: Grupo A. 2014 Disponível em http://loja.grupoa.com.br/revista-patio/artigo/10938/nada-sera-como-antes.aspx.

NÓVOA, A. A pandemia de Covid-19 e o futuro da Educação. Revista Com Censo, vol. 7 nº 3, agosto 2020.

NÓVOA, Antonio. Um novo contrato social da educação: Repensar juntos os nossos futuros. Entrevista ao Jornal das letras. Nº 1335 de 01 a 14 de dezembro de 2021, pp 45-46.

OLIVEIRA, A. Educação em tempos de pandemia: o uso da tecnologia como recurso educacional. Pedagogia em Ação, Belo Horizonte, v.13, n. 1 (1 sem. 2020).

OSÓRIO, A. J. Reflexões sobre tecnologia e educação em tempo de pandemia. In Martins, M., Rodrigues, E. A Universidade do Minho em tempos de pandemia: Tomo II: (Re)Ações. UMinho Editora.2020.

MORAES, R. A. Proformação: uma análise da influência do Banco Mundial na formação dos professores leigos. Linhas Críticas, 2020, v.9 n.17, 2003, pp.295-308.

PEDROSA, G. F. S. O uso de tecnologias na prática docente em um pré-vestibular durante a pandemia da COVID-19. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 2, n. 6, 2020.

RIBEIRO J. M. C. et al. Ensino remoto em tempos de Covid-19: aplicações e dificuldades de acesso nos estados do Piauí e Maranhão. Boletim de Conjuntura – BOCA, Boa Vista, ano II, vol.3, N. 9, 2020.

SAINZ, I. SAINZ J. CAPILLA, A. Efeitos da crise COVID na educação. Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura (OEI). 2020.

SAMPAIO, P., & COUTINHO, C. Uma perspectiva sobre a Formação Contínua em Tecnologias de Informação e Comunicação: essencial ou apenas uma acreditação? Debater o currículo e seus campos: políticas, fundamentos e práticas: Actas do IX Colóquio sobre Questões Curriculares/V Colóquio Luso-Brasileiro. 2010, pp. 3975–3984. Braga: Cied.

SANTOS, E. EAD, palavra proibida. Educação online, pouca gente sabe o que é. Ensino remoto, o que temos. Notícias, Revista Docência e Cibercultura, ago. 2020. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/re-doc/announcement/view/1119. Acesso em: 20 fev. 2021

SANTOS, E.; SILVA, M. O desenho didático interativo na educação online. Revista Iberoamericana de Educación, v. 49, p. 267-287, 2009.

SILVA, B. D.; ARAÚJO, A. M.; VENDRAMINI, C. M.; MARTINS, R. X.; PIOVEZAN, N. M.; PRATES, E., JOLY, M. C. R. Aplicação e uso de tecnologias digitais pelos professores do ensino superior no Brasil e em Portugal. Educação, Formação & Tecnologias, v.7, 2014 pp.3-18.

TEIXEIRA, J. A pandemia do digital na educação. Disponível em https://observador.pt/ opiniao/a-pandemia-do-digital-na-educacao/. Acesso em 12 mar. 2022.

TESAR, M. Towards a post-covid-19 ‘new normality?’: physical and social distancing, the

move to Online and Higher Education. Policy Futures in Education, v. 18, n. 5, p. 556-559,

UNESCO. COVID-19 impact on education. Disponível em: https://en.unesco.org/covid19/educationresponse. Acesso em: 02 Jun. 2020.

Downloads

Publicado

2022-10-06

Como Citar

ALVES, Elaine Jesus. DESENHO DIDÁTICO DE CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DURANTE O ENSINO REMOTO EMERGENCIAL. Revista Docência e Cibercultura, [S. l.], v. 6, n. 5, p. 210–229, 2022. DOI: 10.12957/redoc.2022.65998. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/65998. Acesso em: 27 maio. 2024.