Universitários vão à escola: relatos de sujeitos envolvidos na “construção de pontes” entre a Faculdade de Formação de Professores da UERJ e o Colégio Estadual Capitão Oswaldo Ornellas

Milena Salles Marques Domás

Resumo


Este trabalho tem como objetivo refletir, de maneira específica, sobre as mudançasocorridas no Colégio Estadual Capitão Oswaldo Ornellas, em São Gonçalo, a partir daatuação de bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) edas atividades desenvolvidas pelos monitores do projeto “Mais Educação” – estudantes degraduação da Faculdade de Formação de Professores (FFP) da UERJ. Para isso, coletamosrelatos de sujeitos envolvidos na ligação entre a FFP e a unidade escolar em questão. O artigodialoga, principalmente, com as contribuições de Prado & Soligo (2010); tais autores nosajudam a pensar a importância de relatar a experiência, em especial de indivíduos que estãopassando por processo de formação. Os sujeitos cujas experiências serão relatadas no presentetexto são: (1) as professoras/supervisoras do PIBID; (2) um bolsista do mesmo projeto; (3)uma monitora do Projeto “Mais Educação”; (4) um aluno da escola; (5) a diretora geral daunidade escolar. Além disso, procuramos imprimir nosso próprio relato. Acreditamos que arelevância do trabalho consiste em avaliar quais são os benefícios gerados para alunos,professores e futuros professores quando pontes são construídas entre a Faculdade e a escola.

Palavras-chave


Universidade. Escola. Relatos de experiência. Formação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/soletras.2012.5049

Licença Creative Commons

SOLETRAS online - ISSN 2316 8838

Revista do Departamento de Letras

Faculdade de Formação de Professores da UERJ

Rua Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato - São Gonçalo - RJ

Cep: 24435-005 - e-mail: soletrasonline@yahoo.com.br