Corpos silenciados: os dados da violência sexual contra mulheres no Rio de Janeiro

Carolina da Silva Santos, Gabriel Siqueira Corrêa, Ana Beatriz da Silva Anacleto

Resumo


No presente artigo, objetiva-se expor os dados de violência sexual no estado do Rio de Janeiro sob a perspectiva feminista. Para tanto, a metodologia utilizada baseia-se no levantamento e na análise de dados elaborados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), bem como nos documentos do Dossiê Mulher - entre os anos de 2006 e 2018. Como resultados preliminares, identificaram-se que o maior número de denúncias em relação à violência sexual, registradas na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), é contra crianças e adolescentes do gênero feminino. Ademais, que é no ambiente doméstico que ocorrem o maior número de casos cometidos por pessoas próximas ao convívio das vítimas.

Palavras-chave


corpo feminino; violências; violência sexual

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, Nivia Valença. Violência intrafamiliar contra criança e adolescente: Trajetória histórica, políticas sociais, práticas e proteção social. Rio de Janeiro: PUC-Rio, Departamento de Psicologia, 2005.

BOURDIEU, P. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil S.A, 1989.

_______.A Dominação masculina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil S.A, 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Violência faz mal à saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2004.

BRASIL. Presidência da República. Lei Maria da Penha. Lei N.°11.340, de 7 de agosto de 2006.

CAMPOS, MayãPólo de, SILVA, Joseli Maria, SILVA, Edson Armando. Emoção corporificada e potência para constituição de espaços de luta para superar a violência sexual sofrida por mulheres. Caderno Prudentino de Geografia, Presidente Prudente, n. 41, v. 3, Dossiê “Geografias interseccionais: gênero, raça, corpos e sexualidades” p. 37-50, jul-dez, 2019. Disponível em: <>.http://revista.fct.unesp.br/index.php/cpg/article/viewFile/6401/4993Acesso em: 20abr. de 2021.

CERQUEIRA, Anne Kellen C. et al. O Sofrimento da Mãe frente à violência doméstica e ao abuso sexual sofrido pelas suas filhas/os: aspectos socioeducacionais, psicológicos e jurídicos.

SOUZA, Marisa Chaves de, SANTOS, Douglas Bianchi dos. Fortalecendo a rede de proteção à criança e ao adolescente: desafios e possibilidades para a equipe do NEACA de São Gonçalo - RJ/São Paulo: all Print Editora, 2015.

CHAUÍ, Marilena. Sobre a violência/ Marilena Chauí; organizadoras Ericka Marie itokazu, Luciana Chauí-Berlinck. – 1. Ed.; 2 reimp. – Belo horizonte: Autêntica editora, 2019. – (Escritos de Marilena Chauí; v.5)

COELHO, Elza Berger Salema ET all (org). Violência: definições e tipologias [recurso eletrônico] / Universidade Federal de Santa Catarina; organizadores, — Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2014. 32 p.

DAVIS, Angela. Mulheres, Raça e Classe. São Paulo: Boitempo, 2016.

_______. Mulheres, Cultura e Política. São Paulo: Boitempo, 2017.

FEDERICI, Silvia. Calibã e a Bruxa: mulheres, corpo e acumulação primitiva/ Silvia Federici. Tradução ColetivoSycorax. São Paulo: Elefante, 2017.

______. O ponto zero da revolução: trabalho doméstico, reprodução e luta feminista – São Paulo: Elefante, 2019.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. São Paulo: Graal, 1979. (O nascimento da medicina social. – pág. 46 a 56; O nascimento do hospital – pág. 99 a 111). (reimpressão, 2011).

_______. O sujeito e o poder. In: RABINOW, P. E DREYFUS, H. MICHEL _____. Uma trajetória filosófica. Para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense Universitária. 1995.

GONZALEZ, Lélia. Por um feminismo Afro-Latino-Americano. Caderno de formação política do Círculo. Palmarino Nº 1 . 2011.

_______. A categoria político-cultural de amefricanidade. In: Tempo Brasileiro. Rio de Janeiro, Nº. 92/93 (jan./jun.). 1988b, p. 69-82.

hooks, bell, 1952 - O feminismo é para todo mundo: políticas arrebatadoras/ bell hooks; tradução Ana Luiza libânio - 4° ed. - Rio de Janeiro: Rosa dos tempos, 2019.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). MIRANDA, Ana Paula Mendes de; PINTO, Andréia Soares & LAGE, Lana (Org.) Dossiê Mulher - Atualizado Arquivo disponível em: www.isp.rj.gov.br, Rio de Janeiro: ISP, 2006. Acesso em: 22 de abril de 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). MIRANDA, Ana Paula Mendes de; PINTO, Andréia Soares & LAGE, Lana. (Org.), Dossiê Mulher 2 Atualizado Arquivo disponível em www.isp.rj.gov.br, Rio de Janeiro: ISP, 2007. Acesso em: 22 de abril de 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). DUARTE, Mário Sérgio de B. & PINTO, Andréia Soares. (Org.). Dossiê Mulher. Arquivo disponível em www.isp.rj.gov.br, Rio de Janeiro: ISP, 2008. Acesso em: 22 de abril de 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). Organizadores: Cel. PM Mário Sérgio de Brito Duarte Ten. Cel. PM Robson Rodrigues da Silva Andréia Soares Pinto. Dossiê Mulher, Série Estudos/ Volume 2, 4. ed., Rio de Janeiro: [s. n.], 2009. Disponível em: . Acesso em: 22 abr 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). Dossiê Mulher 2010 / Organizadores Paulo Augusto Souza Teixeira, Andréia Soares Pinto, Orlinda Cláudia R. Moraes – Rio de Janeiro: Riosegurança, 2010. 88p. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). Dossiê mulher 2011. Organização Paulo Augusto Souza Teixeira Andréia Soares Pinto Orlinda Claudia R. Moraes. érie Estudos 2 - 6ª Edição. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). Dossiê mulher 2012. Organização Paulo Augusto Souza Teixeira Andréia Soares Pinto Orlinda Claudia R. Moraes. Série Estudos 2 - 7ª Edição. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). Dossiê Mulher 2013 / Instituto de Segurança Pública; Organizadores: Paulo Augusto Souza Teixeira, Andréia Soares Pinto e Orlinda Claudia R Moraes. – Rio de Janeiro: Riosegurança, 2013. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). Dossiê Mulher 2014 / Instituto de Segurança Pública; Organizadores: Paulo Augusto Souza Teixeira e Andréia Soares Pinto. – Rio de Janeiro: Riosegurança, 2014. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro).). Dossiê mulher 2015. / Organizadores: Andréia Soares Pinto, Orlinda Cláudia R. de Moraes, Joana Monteiro. Disponível em: .Acesso em: 22 abr. 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). Dossiê mulher 2016/ organizadores: Andréia Soares Pinto, Orlinda Claudia R. Moraes. – Rio de Janeiro : Instituto de Segurança Pública, 2016. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). Dossiê mulher 2017/ Andréia Soares Pinto, Orlinda Cláudia R. de Moraes, Flávia Vastano Manso, organizadoras. – Rio de Janeiro: Instituto de Segurança Pública (ISP – RJ), 2017. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). Dossiê mulher 2018/ Orlinda Claudia R. de Moraes, Flávia Vastano Manso, organizadoras. – 13. versão. – Rio de Janeiro: RioSegurança. Instituto de Segurança Pública (ISP – RJ), 2018. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2021.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA (Rio de Janeiro). Dossiê mulher: 2019/orgs. Flávia Vastano Manso e Vanessa Campagnac. —— 14. ed. —— Rio de Janeiro :RioSegurança, 2019. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2021

LOURO, Guacira Lopes. Um corpo estranho – ensaios sobre sexualidades e teoria queer/ Guacira Lopes Louro. – Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

OLIVEIRA, Laís Paula Rodrigues de, Cassab. LatifAntonia. O movimento feminista: algumas considerações bibliográficas. Anais do III Simpósio Gênero e Políticas Públicas, ISSN 2177-8248 Universidade Estadual de Londrina, 27 a 29 de maio de 2014. Disponível em: .. Acesso: 20 abr. 2021.

SAFFIOTI, Heleieth. Gênero, patriarcado e violência. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2015.

SARTI, Cynthia Andersen. O feminismo brasileiro desde os anos 1970: revisitando uma trajetória. Estudos Feministas, Florianópolis, 12(2): 264, maio-agosto/2004.

SEPULVEDA, Denize. Emancipação social e exclusão no cotidiano escolar: a homofobia e sua influência nas tessituras identitárias. Tese (Doutorado em Educação). RJ, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2012.

SILVA, Susana Veleda da. Os estudos de Gênero no Brasil: Algumas Considerações. Biblio 3W. Revista Bibliográfica de Geografía y CienciasSociales. Universidad de Barcelona, n. 262, nov. 2000. Disponível em: . Acesso em: 20 abr. 2021.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2021.63432

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: