PARA PENSAR O APAGAMENTO RITUALIZADO DOS CORPOS NA CRECHE: ADULTOS, BEBÊS, ATIVIDADES

Patrícia Vieira Bonfim, Luciana Esmeralda Ostetto

Resumo


Este texto focaliza narrativas corporais de professoras e bebês nos espaços e tempos de uma creche pública. No que se refere à metodologia, os dados foram gerados por meio de registros escritos e fotográficos visando capturar cenas de professoras e bebês em interação. Em um segundo momento foram realizados encontros com as docentes para conversas e análises sobre as cenas visíveis nos registros fotográficos suscitando narrativas outras. Os resultados revelaram que, em rotinas automatizadas focadas na realização de atividades fragmentadas, os corpos contidos das professoras e os corpos expandidos dos bebês desencontram-se, despotencializando as relações.


Palavras-chave


Narrativas corporais; Interações adultos e bebês; Creche.

Texto completo:

PDF

Referências


AMORIM, K. S.; ROSSETTI-FERREIRA, M. C. Corporeidade, significação e o primeiro ano de vida. Arquivos Brasileiros de Psicologia, v. 60, p. 67-81, 2008.

BALMÈS, T. Babies. 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2019.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Tradução Maria João Alvarez e Telmo Mourinho Baptista. Revisão António Branco Vasco. Portugal: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Nacionais de Qualidade para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEB/DICEI, 2006. v. 1.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEB, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica. Brasília: MEC/SEB, 2013.

CAMPOS, M. M.; ROSEMBERG, F. Critérios para um atendimento em creches que respeite os direitos fundamentais das crianças. 6. ed. Brasília: MEC/SEB, 2009.

CHIZOTTI, A. Pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.

GALVÃO, I. Henri Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.

GATTI, B. A.; BARRETTO, E. S. de S. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: Unesco, 2009.

KISHIMOTO, T. M. Educação Infantil no Brasil e no Japão: acelerar o ensino ou preservar o brincar? Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 90, n. 225, p. 449-467, maio/ago. 2009.

KOHAN, W. O. O mestre inventor. Relatos de um viajante educador. Tradução Hélia Freitas. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

LE BRETON, D. As paixões ordinárias: antropologia das emoções. Tradução Luís Alberto Salton Peretti. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

LE BRETON, D. Antropologia do corpo e modernidade. Tradução Fábio dos Santos Creder Lopes. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012a.

LE BRETON, D. A sociologia do corpo. Tradução Sonia Fuhrmann. 6. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012b.

MARQUES, L. P.; SANTOS, N. A. S. No rastro dos tempos e das infâncias: conversas que (des)conversam no interior da escola. In: MARQUES, L. P.; MONTEIRO, S. da S.; OLIVEIRA, C. E. de A. (Org.). Tempos: Movimentos Experienciados. Juiz de Fora: Ed. da UFJF, 2012. p. 199-218.

OSTETTO, L. E. Planejamento na educação infantil: mais que a atividade, a criança em foco. In: OSTETTO, L. E. (Org.). Encontros e encantamentos na educação infantil. Campinas, SP: Papirus, 2000. p. 175-200.

OSTETTO, L. E. Dos gestos na Educação Infantil: textos no corpo. In: OSTETTO, L. E.; LEITE, M. I. Arte, Infância e formação de professores. 7. ed. Campinas: Papirus, 2012. p. 121-128.

OSTETTO, L. E. Formação de consumidores ou criadores? Cultura e arte na educação infantil. In: REIS, M.; BORGES, R. (Org.). Educação infantil: arte, cultura e sociedade. Curitiba: CRV, 2016. p. 315-336.

PEREIRA, L. H. P. O que eu gostaria de já saber com filhos e alunos pequenos: um olhar para a educação infantil. Curitiba: CRV, 2018.

QUEIRÓS, B. C. de. Para querer bem. Antologia poética de Manuel Bandeira. 2. ed. São Paulo: Global, 2013.

WALLON, H. Psicologia e educação da infância. Lisboa: Editora Estampa, Ltda., Lisboa para a Língua Portuguesa, 1975.

WALLON, H. A evolução psicológica da criança. Tradução Claudia Berliner. Revisão técnica Izabel Galvão. São Paulo: Martins Fontes, 2007.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2019.45278

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: