AS TEORIAS EM MOVIMENTO E A CONVERSA COMO METODOLOGIA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORAS

Carmen Lúcia Vidal Pérez, Monica Ledo Silvestri

Resumo


Juntam-se nesse texto fragmentos de nossas reflexões sobre formação docente em meio à criação de uma revista eletrônica. O trabalho se dá em escolas públicas de Niterói, com alunas de pedagogia, professoras e crianças participantes do PIBID. Nossa realidade hibrida, impossível de capturar e vincular a qualquer modelo nos permitiu assinalar o cotidiano e suas contradições como condição epistemológica de formação. Exercício de resistência, de estranhamento das formas e assepsias tecnocráticas, cujos caminhos são produção do grupo envolvido; fraturam a relação teoria pratica, apontam como princípio a formação de professoras pesquisadoras de suas práticas e afirmam o pressuposto de que toda aprendizagem é processo de descoberta, portanto, imprevisível e incontrolável.


Palavras-chave


Formação docente, coversas como metodologia, rede de saberes

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, N. e OLIVEIRA, I. B. de. Pesquisa no/do cotidiano das escolas. Sobre redes de saberes. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2001.

BENJAMIN, W. Obras Escolhidas 1 - Magia e técnica arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1993, 5ª ed.

BIESTA, G. Para além da Aprendizagem. Educação democrática para o futuro humano. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

CERTEAU, M. A Invenção do Cotidiano I. Petropolis: Vozes, 1998.

FERRAÇO, C. E. Possíveis tecituras entre Currículo e Didática: sobre conhecimentos, experiências e problematizações.In: LIBÂNEO, J. C. e ALVES, N. TEMAS DE PEDAGOGIA. Diálogos entre didática e currículos. São Paulo: Cortez Editora, 2012.

FILÉ, V. Escola e Tecnologia. Máquinas, sujeitos e conexões culturais. Rio de Janeiro: Editora Rovelle, 2010.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. e FAUNDEZ, A. Por uma Pedagogia da Pergunta. São Paulo: Paz e Terra, 1993.

GARCIA, R. L. e ZACCUR, E. (orgs). Alfabetização. Reflexões sobre saberes docentes e saberes discentes. São Paulo: Cortez, 2008.3ª ed.

GRAVES, M. O planejamento feito pelas crianças: porque é importante e como começar. In: BRICKMAN, A. N.; TAYLOR, S. L. Aprendizagem Activa. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1996.

GERALDI, J. W. A Aula como Acontecimento. São Carlos-SP; Pedro & João Editores, 2010

HEIDEGGER, M. La esencia del habla. In: LARROSA, J. Bondía. jan-abr, número 19. Revista Brasileira de Educação. São Paulo: Autores Associados, 2002.

LARROSA, J Linguagem e educação depois de Babel. Belo Horizonte: Autêntica, 2004. (Educação: Experiência e Sentido)

___________. Notas sobre a experiencia e o saber da experiência. Revista Brasileira de Educação. jan-abr, número 19. Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação. São Paulo: Autores Associados, 2002.

___________. Estudiar/Estudar. Belo Horizonte. Autêntica: Edição bilingue, 2003.

___________. Linguagem e educação depois de Babel. Belo Horizonte: Autentica, 2004.

LEVY, P.. A Inteligência Coletiva. Por uma antropologia do Cyberespaço. São Paulo: Edições Loyola, 2007.

LIMA, J.G e BATISTA,L.A. Princípios. Revista de Filosofia, v.20, nº 33, jan/jun. Natal:UFRN, 2013, p.452.

MARTÍN-BARBERO, J. Novos regimes de visualidade e descentramentos culturais. In: FILÉ, V. (org.). Batuques, fragmentações e fluxos. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2000.

MELLO, C. Extremidades do vídeo. São Paulo: Senac, 2008.

PÉREZ, C. L. V. Professoras Alfabetizadores: Histórias Plurais, Práticas Singulares. Rio de Janeiro: Lamparina, 2003.

PÉREZ, C. L.V, SILVESTRI, M. L. A criação de uma revista eletrônica na escola: uma experiência coletiva de formação. Comunicação apresentada no 36º ENDIPE. Fortaleza: 2014.

SILVESTRI, M. "Do jeito que a gente conhece”, a relação brincar-conhecer no ensino fundamental a partir das experiências das crianças. Relatório de Pesquisa. Rio de Janeiro: FAPERJ, 2013.




DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2016.26170

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2359-6856

 


Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexada em:


 

 

Realização: