Abecedário da inclusão: entrecruzando memória e formação docente

Michele Pereira de Souza da Fonseca, Erika Souza Leme

Resumo


O presente artigo tem como objetivo apresentar a análise das memórias de experiências excludentes dos professores/as, como elemento formativo, desenvolvido no Curso de pós-graduação em Educação Física escolar na perspectiva inclusiva. Este estudo é parte de uma pesquisa, cujo eixo central  busca compreender os processos de inclusão/exclusão na formação/ação de professores de Educação Física. Neste artigo, apresentamos o Abecedário da Inclusão estruturado em pressupostos teórico-metodológicos que confrontam as bases sociais que forjam cotidianamente a exclusão. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, contando com 19 docentes em formação continuada, que consentiram em rememorar suas experiências passadas na fase de escolarização. Os principais resultados apontaram a necessidade de se elaborar as “marcas" das exclusões vividas no passado para que se possa admitir um porvir sem a reprodução de estereótipos, rótulos e preconceitos, dando força, sentido e materialidade em um fazer político-pedagógico que se identifica e se relaciona com os valores humanitários da inclusão.


Palavras-chave


educação física; formação docente; memória e experiência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2021.54806

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional