Bioética e interdisciplinaridade: a relação entre educação e meio ambiente

Marcos Alexandre Alves

Resumo


O presente artigo tem por objetivo examinar os fundamentos epistemológicos da Bioética e relacioná-los às temáticas do meio ambiente e da educação. A literatura revisada mostra que esses temas são interdisciplinares e, portanto, podem ser considerados subjacentes e norteadores de um processo efetivo de formação humana voltado para a promoção da autonomia e da liberdade. Em âmbito metodológico, utilizou-se de uma pesquisa bibliográfica para desenvolver um estudo sistemático acerca da natureza e dos princípios da bioética e sua importância no campo educativo, da educação ambiental e formação do sujeito ecológico, da natureza e sociedade como espaço de cidadania e do desenvolvimento sustentável. Nesse sentido, defende-se uma educação direcionada à sustentabilidade e a ética do cuidado humanizado na relação com o Outro. O texto está organizado em três partes: inicialmente, aborda-se os aspectos históricos e conceituais da Bioética; na sequência, apresenta-se considerações a respeito da sustentabilidade ambiental; e, na parte final, discorre-se sobre aspectos éticos no campo da educação ambiental a partir das relações sociais e naturais do homem. 


Palavras-chave


Bioética; Educação; Meio Ambiente; Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2021.54617

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional