Comunidade de informática na educação no Brasil: análises das contribuições e colaborações

Gustavo Silva Semaan, Edelberto Franco Silva, José André de Moura Brito

Resumo


Com o objetivo de analisar a comunidade de Informática da Educação e suas contribuições e colaborações no cenário nacional, o presente trabalho traz os resultados que foram obtidos a partir de três acervos de grande relevância na área: da RBIE, da RENOTE e do SBIE. A base de dados que foi tomada como ponto de partida contempla 119 edições e 4.497 artigos publicados por 14.680 autores. Para organizar, consolidar e extrair informações relevantes, a partir dessa base, foi utilizado um método de descoberta de conhecimento em bases de dados. Adicionalmente, conceitos de Teoria dos Grafos foram necessários para identificar autores influentes, conforme suas posições estruturais nos grafos obtidos através dos dados das coautorias relatadas nos artigos. A partir das meta-análises consideradas, das estatísticas gerais fornecidas e das análises das redes de colaboração, foram produzidas informações sólidas, que podem ser utilizadas em trabalhos futuros e em diversas vertentes de pesquisa.


Palavras-chave


: informática na educação; teoria dos grafos; meta-análise; KDD; medidas de centralidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2021.52845

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional