A POLÍTICA CURRICULAR NO CONTEXTO DA INCLUSÃO E SEUS MECANISMOS DE DIFERENCIAÇÃO CURRICULAR

Amélia Maria Araújo Mesquita, JOSÉ RAFAEL BARBOSA RODRIGUES, KELLY PAIXÃO DE CASTRO

Resumo


A educação inclusiva assenta-se no reconhecimento e valorização da diferença. Enquanto prática, pode se estruturar por meio de mecanismos de diferenciação curricular que possibilitem a todos/as acesso à educação como bem comum. Contudo, tal perspectiva vem sendo confrontada pela atual política curricular para a Educação Básica. Diante disso, este texto objetiva problematizar a política curricular para os anos iniciais do ensino fundamental, com foco no primeiro e segundo anos de escolarização, sedimentadas na Base Nacional Comum Curricular e no Programa Mais Alfabetização, produzindo inferências sobre os efeitos que estas podem trazer às práticas curriculares no contexto da inclusão.


Palavras-chave


Diferenciação curricular; Políticas curriculares; Educação Inclusiva

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2018.37549

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - B1 - Educação
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional