Abordagens para a diversidade cultural no currículo de formação de professores de ciências: um estudo de caso

Camilla Ferreira Amorim, Geilsa Costa Santos Baptista, Graça Simões de Carvalho

Resumo


Apresentamos resultados de um estudo que objetivou caracterizar a formação inicial na Licenciatura em Biologia e em Pedagogia da Universidade Estadual de Feira de Santana para lidar com a diversidade cultural. Para isto, foram identificadas abordagens da História, Filosofia e Sociologia da Ciência e da Etnobiologia nas disciplinas destes cursos, categorizações e análise de conteúdo. Os resultados indicam que algumas do total das disciplinas de ambos os cursos possuem as referidas abordagens, sendo 2,98% para Biologia e 2,7% para Pedagogia. Entende-se que estas abordagens não são suficientes e sugerimos uma revisão dos currículos de modo a pontuar aproximações entre os aspectos teóricos trabalhados nos cursos e as vivências das escolas da região com relação à diversidade cultural.

Palavras-chave


Formação de Professores, Ensino de Ciências, Diversidade cultural.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2020.28442

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional