DOCUMENTOS CURRICULARES E AS FLEXIBILIZAÇÕES: ESCRITA HISTÓRICO-SOCIAL DO CURRÍCULO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL

Fabiany de Cássia Tavares Silva

Resumo


Apresentamos aqui, resultados de pesquisa, desenvolvida no pós-doutoramento, que objetivou a escrita histórico-social do currículo em Educação Especial, como integrante de sistemas educacionais, ao tornar-se uma modalidade de educação, que deve compartilhar os mesmos pressupostos teóricos e metodológicos presentes nas diferentes disciplinas dos demais níveis e modalidades de ensino. Para efeito dos estudos e análises, operamos com quatro documentos curriculares, produzidos entre 2006 a 2012, que colocam em foco a discussão sobre o processo de escolarização dos sujeitos com deficiência na chamada escola inclusiva. Operamos com o exercício de comparação, para as análises das fontes eleitas, tendo como condição primeira, o reconhecimento de que a comparação em educação é uma história de sentidos e não um arranjo sistematizado de fatos.

 

DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2016.25498


Palavras-chave


Educação Básica; Educação Especial, Currículo, Estudos Comparados

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2016.25498

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional