Conectados na internet, inspirados na escola: ações pedagógicas com a língua portuguesa no IFRJ

ROBSON FONSECA SIMÕES

Resumo


A vocação deste artigo é a de procurar contribuir para o debate sobre ações pedagógicas diferenciadas junto ao ensino de Língua Portuguesa com os sujeitos do Ensino Médio. Entende-se que é na interação em diferentes instituições sociais que o estudante aprende e apreende as formas de funcionamento da língua, assim como os modos de manifestação da linguagem. Este estudo se debruça na teoria sociointeracionista e na teoria dialógica da linguagem, que trazem à baila a ideia de que a língua se produz nas relações sociais. Nesse sentido, os estudiosos Fiorin (2003), Freitas (2005) e Bakhtin (1992) ajudam a pensar que as relações entre mundo e linguagem nascem das demandas sociais, fazendo andar o carrossel das experiências linguísticas dos estudantes da última etapa da Educação Básica.

DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2017.25841


Palavras-chave


Ações pedagógicas; Linguagem; Educação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2017.25481

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional