EJA MOVIMENTOS SOCIAIS E FORMAÇÃO INICIAL DE EDUCADORES NA UNIVERSIDADE

Edna Castro de Oliveira, Elizangela Ribeiro Fraga, Tatiana de Santana Vieira

Resumo


Busca-se neste artigo refletir sobre a formação inicial de educadores na disciplina Movimentos sociais e educação de jovens e adultos (MSEJA) do Curso de Pedagogia da Universidade Federal do Espírito Santo e suas contribuições para a formação acadêmica e política dos estudantes. A base teórica utilizada integra estudos sobre dimensões conceituais dos movimentos sociais e da EJA, na relação com a práxis na formação de professores. Como pesquisa qualitativa, operamos com a observação participante durante as aulas e a escuta dos estudantes por meio de questionários e entrevistas semiestruturadas. Os resultados indicam a necessidade de ampliar e fortalecer esse debate na formação inicial e o desafio de promover espaços de maior interlocução com os movimentos sociais.

DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2016.25012


Palavras-chave


Educação de jovens e adultos; Movimentos sociais; Formação de educadores e educadoras

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2016.25012

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional