A AUTORIA ENTRE O APREÇO E A RENÚNCIA

Adriano Rodrigues Ruiz

Resumo


Este ensaio, tendo a cultura escolar como referência, toma como objetos de reflexão o apreço e, também, a renúncia à autoria. A autoria é concebida como expressão de autonomia ao manifestar originalidade e fazer-se presente na interação com as criações dos outros e as próprias. Passeamos por três paisagens: a primeira traz em destaque o espírito criador e sua expressão na forma de autoria; a segunda, identificada como renúncia à autoria, tem no plágio sua voz mais forte; a terceira projeta a escola diante do desafio de renovar suas aspirações e percebe-a diante de novos temores. Cumprindo esse percurso, apontamos a necessidade da desconstrução da cultura escolar centrada na instrução e sua reinvenção impregnada pelo espírito de apreço à originalidade. A avaliação de aprendizagem atenta à originalidade respeitosa à autoria talvez possa contribuir para a construção de novos hábitos intelectuais, éticos e estéticos.

Palavras-chave


autoria; renúncia à autoria; autonomia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional