CURRÍCULO E ARTE: CONFLUÊNCIAS NIETZSCHE-DELEUZE.

Gilcilene Dias da Costa

Resumo


Resumo: Com base na perspectiva estética de Nietzsche e Deleuze, o texto visa relacionar as variáveis currículo e arte interligando a noção de máquina-de-guerra-currículo ao elemento artístico primordial da arte grega, o apolíneo e o dionisíaco. Problematiza o quadro reativo de uma educação (escolar) assentada em modelos educacionais imitativos e sem vida, e com maior força, aposta na ideia da arte como presença trágica na educação. A construção de práticas pedagógicas e curriculares inovadoras que visam relacionar os conceitos da arte e da filosofia da diferença com as teorizações pós-críticas do currículo constitui alguns dos desafios levantados face à ideia de um devir-criança de um currículo inventivo, arteiro, feiticeiro, movido pela alegria da criação do novo em educação.

Palavras-chave: Currículo. Arte. Educação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional