CÂNDIDO MADUREIRA, O ABADE DE ARCOZELO: UMA HISTÓRIA ACERCA DOS MÉTODOS DE LEITURA E ESCRITA EM PORTUGAL (1891)

Inára Garcia

Resumo


Resumo: O relatório da viagem do professor Luiz Reis à Europa, em 1891, detaca o Alphabeto Natural de Cândido Madureira, o Abade de Arcozello. Esta constatação chamou atenção para a relação entre esse manual de leitura e a Cartilha Maternal de João de Deus. A análise do debate pedagógico na imprensa apontou para a questão da autoria. Em que medida podemos garantir a originalidade de um e de outro autor? Arcozello, reconhecido pela comunidade acadêmica de seu tempo como importante pedagogo em Portugal foi apagado pela historiografia, enquanto João de Deus que teve a originalidade de seu método questionada foi intensamente considerado pelos historiadores de Portugal. Assim, esse estudo, permitiu examinar o debate pedagógico, no século XIX, na complexa rede de relações nas quais ele se inscreveu.
Palavras-Chave: Abade de Arcozello, João de Deus, Manuais de Leitura.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional