Disciplinar ou ensinar

Denise Preussler dos Santos

Resumo


O objetivo deste artigo é mostrar certas transformações na formação docente e seu vínculo na condução dos sujeitos como trabalhadores. A partir de conceitos como disciplinarização - uma das “tecnologias” de governamento para formar “civilizadamente” a sociedade - são apresentados alguns deslocamentos da racionalidade educacional e da produção de trabalhadores. A inclusão do docente como funcionário do Estado, com caráter político público dirigido à população, com o objetivo de modelagem dos indivíduos, que, através das práticas educacionais, transformam-se em mercadorias para o trabalho. As ferramentas teóricas são incorporadas com autores como Varela e Alvarez-Uria, Heloisa Villela que apresentam discussões sobre a formação do docente, como também, Bauman e outros que permeiam articulações sobre o campo do trabalho. As lentes de análise são as dos Estudos Culturais, que pretendem problematizar e enfocar novas visualizações sobre algumas práticas educacionais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional