Do Desejável e do Real: Culturas de Inclusão ou de Exclusão na Formação de Futuros Professores de Educação Física?

Michele Pereira de Souza da Fonseca, Mônica Pereira dos Santos

Resumo


Esse artigo originou-se de dissertação que investigou a formação de licenciandos com relação à Inclusão em Educação, a partir dos conceitos de culturas, políticas e práticas inclusivas. Enfocamos a questão das culturas, partindo de quatro questões direcionadas aos respondentes, sobre: a relação interpessoal entre professores e alunos; a preocupação em atender à diversidade de alunos presentes na instituição; a preocupação em remover barreiras à aprendizagem e à participação; e esforços em minimizar as discriminações. Pela análise de conteúdo, os dados mostraram discrepâncias com relação às respostas dos respondentes, apontando para a necessidade de se considerar os diferentes lugares e poderes a partir dos quais os sujeitos constroem suas culturas e práticas sobre inclusão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional