A constituição de domicílios unipessoais em condomínio específico para idosos [Constitution of single-person households in a condominium for older adults]

Elen Ferraz Teston, Sonia Silva Marcon

Resumo


O objetivo do estudo foi conhecer a percepção do idoso que vive só com relação à constituição dos domicílios unipessoais. Estudo exploratório, de abordagem qualitativa, realizado com 20 residentes do Condomínio do Idoso do mu­nicípio de Maringá, Paraná. Os dados foram coletados no mês de fevereiro de 2012, mediante entrevistas semiestruturadas realizadas no próprio condomínio e submetidos à análise de conteúdo. Alguns dos idosos consideram que a constituição do domicílio unipessoal é oriunda da separação ou morte do companheiro, outros reconhecem como uma oportunidade de recomeço. Além disso, morar só foi relacionado à autonomia, o que gera insegurança para o idoso em situações de adoeci­mento. Entretanto, alguns referiram que, por residirem no Condomínio, sentem-se aliviados. Portanto, faz-se necessária a atuação do enfermeiro junto a esta população com o intuito de reduzir os fatores de risco, estimulando a adoção de ações de autocuidado com vistas à manutenção da saúde.

 

ABSTRACT

The objective was to study the perceptions of older adults living alone as to the constitution of single-person households. This qualitative, exploratory study involved 20 elderly residents of the Condomínio do Idoso in Maringá, Paraná, Brazil. Data collected in February 2012 by semi-structured interviews conducted at the condominium were then subjected to content analysis. Some of the older adults regarded the single-person home as arising from separation or partner’s death, while others recognized it as an opportunity for a new start. In addition, living alone was related to autonomy, which creates insecurity in older adults in situations of illness. However, some said that, as they lived in the condo, it was a relief. Accord­ingly, it is necessary for nurses to work with this population to reduce risk factors and encourage self-care actions with a view of maintaining health.

 

RESUMEN

El objetivo fue estudiar la percepción del anciano que vive solo en relación con el establecimiento de los hoga­res unipersonales . Estudio exploratorio , cualitativo, realizado con 20 residentes del Condominio del Anciano de Maringá , Paraná-Brasil . Los datos fueron recogidos en febrero de 2012, a través de entrevistas semiestructuradas realizadas en el propio condominio y sometidos al análisis de contenido. Algunos de los ancianos sienten que la constitución de la casa unipersonal es oriunda de la separación o fallecimiento del compañero , otros lo reconocen como un nuevo comienzo. Por otra parte, la vida solo estaba relacionado con la autonomía , lo que crea inseguridad para el anciano en situaciones de enfermedad. Sin embargo, algunos dijeron que, por vivir en el condominio, se sienten aliviados . Por lo tanto, es necesario el trabajo de las enfermeras en esta población con el fin de reducir los factores de riesgo , estimulando la adopción de acciones de autocui­dado con el fin de mantener la salud.

 

DOI: http://dx.doi.org/10.12957/reuerj.2014.6565


Palavras-chave


Idoso; enfermagem; habitação; promoção da saúde [Older adults; nursing; housing; health promotion] [Anciano; enfermería; habitación;promoción de la salud]

Texto completo:

PDF(por) HTML(eng)


DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2014.6565