Registros de enfermagem como ferramenta para a gerência do cuidado clínico-hospitalar

Ramon Pacheco de Souza, Hérica Silva Dutra, Sirleide Corrêa Rangel, Poliana Novais Mendes, Fábio da Costa Carbogim, Nádia Fontoura Sanhudo

Resumo


Objetivo: compreender a utilização dos registros de enfermagem na gerência do cuidado clínico-hospitalar. Método: estudo qualitativo, de caráter compreensivo, realizado em um hospital público de ensino de Minas Gerais, com 13 enfermeiras. Os dados foram coletados por entrevistas semiestruturadas, observação participante e pesquisa documental, entre outubro e novembro de 2017, e tratados pelo software IRaMuTeQ e análise de conteúdo. Protocolo de pesquisa aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição. Resultados: após análise, emergiram três categorias: contexto de utilização dos registros e o desenvolvimento da gerência do cuidado; instrumentos adotados na elaboração dos registros; registros de enfermagem como meio de comunicação. Conclusão: os registros de enfermagem contribuem para o gerenciar e o cuidar, de maneira articulada. Entretanto, por meio da observação participante, constatou-se que os registros de enfermagem estavam associados apenas ao gerenciar, desvinculados do cuidar, o que dificulta a utilização destes como ferramenta de comunicação interprofissional e evidência da qualidade do cuidado.

 


Palavras-chave


Enfermagem; Serviço Hospitalar de Enfermagem; Registros de Enfermagem; Organização e Administração.



DOI: https://doi.org/10.12957/reuerj.2021.55123