O PROEJA NO IFSP DIANTE DAS POLÍTICAS CURRICULARES PARA O ENSINO MÉDIO

Jarina Rodrigues Fernandes, Ana Paula Corti, Michelle Chaves da Silva

Resumo


 objetivo do presente artigo é apresentar um panorama de como os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPCs) do Proeja do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), que integram a formação técnica de nível médio ao Ensino Médio, têm se relacionado com as políticas curriculares para o Ensino Médio no Brasil contemporâneo. Para tanto, foi realizada pesquisa de caráter documental, exploratório e descritivo dos PPCs dos referidos cursos, à luz das normativas da instituição e das políticas curriculares de cada período. Os resultados apontam para o movimento de resistência da instituição às políticas curriculares vigentes para o Ensino Médio, por meio de inserção nos PPCs de dispositivos curriculares, tais como projetos integradores e núcleos estruturantes, a fim de apoiar o desenvolvimento de currículos capazes de integrar efetivamente a educação profissional e a educação básica, em consonância com uma formação de qualidade social para as classes populares.

 


Palavras-chave


Ensino Médio; Educação Profissional; Educação de Jovens e Adultos; Proeja, Políticas Curriculares

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2019.46487


ISSN: 2316-9303 | Indexada em: