NUTRICIONISTAS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA NO MUNICÍPIO DE SANTOS: ATUAÇÃO E GESTÃO DA ATENÇÃO NUTRICIONAL

Natália Spina, Paula Andrea Martins, Gabriela Milhassi Vedovato, Anna Sylvia de Campos Laporte, Lia Thieme Oikawa Zangirolani, Maria Angélica Tavares de Medeiros

Resumo


Analisou-se a prática de nutricionistas na Atenção Primária à Saúde-APS de Santos/SP, utilizando abordagem qualitativa, com análise de conteúdo. Realizaram-se entrevistas semiestruturadas com o universo de nutricionistas (três). As entrevistadas relataram número insuficiente de profissionais nos 28 serviços, dificultando o trabalho em equipe e a qualidade das ações. Avaliaram desfavoravelmente seu processo de trabalho, por impossibilitar a atuação em linhas do cuidado e a criação de vínculo. Predominavam atividades em grupo, a maior parte em salas de espera, sem planejamento prévio e de natureza disciplinar. Revelou-se a premência de superar obstáculos, como o tempo reduzido de trabalho por serviço e a limitada infraestrutura para ações de prevenção/promoção. Conclui-se que o município não possui um número adequado de nutricionistas na APS, especialmente em áreas de maior vulnerabilidade social, inviabilizando os processos de trabalho e a efetivação da integralidade da atenção.

 


Palavras-chave


Nutricionistas; Atenção Primária à Saúde; Política Nacional de Alimentação e Nutrição; Sistema Único de Saúde; Prática Profissional.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2018.30969

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.