SUSTENTABILIDADE E GERAÇÃO DE RESÍDUOS EM UMA UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO DA CIDADE DE GOIÂNIA – GO

Elicimone Lopes Martins Araújo, Ana Clara Martins e Silva Carvalho

Resumo


Objetivos: Este estudo teve como objetivo avaliar o processo produtivo de refeições em uma unidade de alimentação e nutrição (UAN) da cidade de Goiânia-GO, com enfoque à geração de resíduos e aos aspectos de sustentabilidade. Material e Métodos: O trabalho foi realizado em uma UAN que atende a uma coletividade sadia, nos meses de junho e julho de 2014, por 20 dias úteis, com produção média de 159 refeições/almoço. Trata-se de estudo de caso de caráter quantitativo e observacional, com pesagem dos resíduos oriundos do recebimento, armazenamento, produção e distribuição (exceto resto ingesta). Aplicou-se um questionário para detecção das ações de sustentabilidade. Foram quantificados alimentos in natura e aparas para determinação do fator de correção (FC) e demais resíduos orgânicos e inorgânicos produzidos. Resultados: Há ações importantes para a sustentabilidade, como coleta seletiva. Constatou-se total de 776Kg de resíduos sólidos, sendo 568,38Kg de resíduos orgânicos, 207,62Kg de resíduo inorgânico e 17,65Kgde óleo. Com relação às áreas produtoras de maior percentual de resíduos orgânicos, identificaram-se a produção (55,2%) e distribuição (38,98%). Tratando-se de resíduos inorgânicos, temos como maior área geradora o recebimento (36,95%), seguido de distribuição (35,9%). Conclusão: Apesar da consciência ambiental apresentada na gestão da UAN, é necessário aprimorar o planejamento da produção das refeições e o direcionamento dos resíduos inorgânicos, instituir programa de conscientização e capacitação de funcionários, e melhorar o controle de armazenamento, para atingir a meta da redução de resíduos.

DOI: 10.12957/demetra.2015.17035

 

 


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.12957/demetra.2015.17035

e-ISSN: 2238-913X


Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.