“NOVAS FORMAS DE APRENDER” PARA ENSINAR MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS FORMATIVAS COM ESTUDANTES DE PEDAGOGIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2023.70650

Palavras-chave:

Formação, Matemática para o Ensino, Pedagogia, Anos Iniciais

Resumo

O artigo socializa os resultados de uma pesquisa que teve como objetivo descrever as experiências formativas compartilhadas com discentes de Pedagogia que estiveram envolvidas em “novas formas de aprender” para ensinar Matemática. Os dados foram produzidos por meio de uma abordagem qualitativa que investigou a prática pedagógica estabelecida entre professores e estudantes em componentes curriculares que tratam dos Fundamentos da Matemática no curso de Licenciatura em Pedagogia e os relatos das experiências formativas das estudantes em tal componente. Para tanto, a pesquisa baseou a produção dos dados em observações da prática pedagógica e em entrevistas realizadas com as estudantes após a conclusão do componente curricular. Os dados apontaram que as “novas formas de aprender” para ensinar Matemática privilegiam a articulação entre teoria e prática, com foco no uso de materiais manipuláveis e na construção de diferentes soluções, no intuito de ampliar o repertório das estudantes quanto às estratégias que podem ser utilizadas ao ensinar Números e Operações que se voltam para investigações e explorações matemáticas que possibilitam a ressignificação dos conteúdos.

Referências

ALVES, Antônio Maurício Medeiros; GRÜTZMANN, Thaís Philipsen. Um ensaio sobre as operações aritméticas da soma e subtração: vai um [para onde?] e pede emprestado [para quem?]. In: Telma de Souza Gracias; Letícia Moreira Viesba. (Org.). Matemática na Escola: ações e reflexões. Diadema: V&V Editora, 2021, v. 1, p. 11-28.

BALL, D. L.; THAMES, M. H., PHELPS, G. Content knowledge for teaching: what makes it special? Journal of Teacher Education, v. 59, n. 5, nov./dec., 2008. p. 389-407.

CARRILO, J.; CLIMENT, N.; CONTRERAS, L. C.; MUNÕZ-CATALÁN, M. C.. Determining Specialized Knowledge for Mathematics Teaching. In: UBUZ, B.; HASER, C. et al. Congress of the European Society for Research in Mathematics Education. n. 8, 2013. Turkey: M.E.T. University, Ankara, 2013, p. 2985-2994.

CAVALCANTI, Milka; GUIMARÃES, Gilda. Conhecimento Matemático para o ensino de escala apresentada em gráficos nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Revista Eletrônica de Educação Matemática (REVEMAT), Florianópolis (SC), v. 14, p. 1-19, 2019.

COSTA, Nielce M. L.da; POLONI, Marinês Y. Percepções de concluintes de pedagogia sobre a formação inicial do professor para a docência de matemática. Bolema: Boletim de Educação Matemática [online], v. 26, n. 44, dez. 2012.

DAVIS, Brent. Is 1 a prime number? Developing teacher knowledge through concept study. Mathematics Teaching in the Middle School, v. 14, n. 2, p. 86-91, 2008.

FERNANDES, V. M. J.; CURI, E. Formação Inicial de professores que atuam nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: a Matemática em questão. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 9, n. 6, p. 52, 19 dez. 2018.

FIORENTINI, Dario. Alguns modos de ver e conceber o ensino da matemática no Brasil. Zetetiké, v. 3, n. 1, 1995.

GATTI, B. A. A formação inicial de professores para a educação básica: as licenciaturas. Revista USP, [S. l.], n. 100, p. 33-46, 2014.

JESUS, Wilson P. À busca de uma epistemologia do professor: a propósito da construção do número natural. Educação Matemática Pesquisa, v. 15, n. 4, 2013.

KAMII, Constance. A criança e o número: Implicações educacionais da teoria de Piaget para a atuação com escolares de 4 a 6 anos. 39 ed. [S.L.]: Papirus, 2012.

KLÜSENER, Renita. Aritmética nas séries iniciais: o que é? Para que estudar? Como ensinar? Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2000.

LORENZATO, Sérgio. Educação Infantil e percepção matemática. 3. ed. Campinas: Editora Autores Associados LTDA, 2011.

MAFFEI, Letícia Queiroz; SILVA, João Alberto da. O que se mostra quando pedagogas em formação escrevem sobre suas experiências com a matemática?. Amazônia: Revista de Educação em Ciências e Matemáticas, v. 14, n. 29, p. 161-176, 2018.

MORAES, R. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência & Educação, v.9, n. 2, p.191-211, 2003.

MOREIRA, P. C. ; DAVID, M. M. M. S. . O conhecimento matemático do professor: formação e prática docente na escola básica. Revista Brasileira de Educação, v. 28, p. 50-61, 2005.

NACARATO, Adair Mendes. A Formação Matemática das Professoras da Séries Iniciais: a escrita de si como prática de formação. Bolema-Boletim de Educação Matemática, v. 23, n. 37, p. 905-930, 2010.

PIMENTA, Selma G. et al.. Os cursos de licenciatura em pedagogia: fragilidades na formação inicial do professor polivalente. Educação e Pesquisa [online], v. 43, n. 1, p. 15-30, jan./mar. 2017.

PONTE, J. P. Gestão curricular em Matemática. In: GTI (Ed.). O professor e o desenvolvimento curricular. Lisboa: APM, p. 11-34, 2005.

RIBEIRO, Miguel; POLICASTRO, Milena; CALDATTO, Marlova; ALMEIDA, Alessandra. Interpretative Knowledge of Prospective Kindergarten and Primary Teachers in the Context of Subtraction. Acta Scientiae, v. 24, n. 3, p. 1-31, 2022.

SHULMAN, Lee. Knowledge and Teaching: Foundations of the new reforms. Harvard Educational Review, v. 57, n. 1, feb.1987.

VALENTE, W. R. História e cultura em Educação Matemática: a produção da matemática do ensino. Rematec, v. 15, n. 36, p. 164-174, 22 dez. 2020.

VALENTE, Wagner R.. Ensino de matemática ou matemática do ensino?(Des) construções curriculares para a formação inicial de professores. Revista de Educação Matemática, v. 19, p. e022011-e022011, 2022.

VAN DE WALLE, John A.. Matemática no Ensino Fundamental: formação de professores e aplicação em sala de aula. 6 ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

VERGNAUD, Gerard. A criança, a matemática e a realidade. Tradução de Maria Lúcia Maria Moro. Curitiba: UFPR, 2009.

Downloads

Publicado

31-03-2023

Como Citar

GRILO, Jaqueline de Souza Pereira; COSTA, Wedeson Oliveira. “NOVAS FORMAS DE APRENDER” PARA ENSINAR MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS FORMATIVAS COM ESTUDANTES DE PEDAGOGIA. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 107–125, 2023. DOI: 10.12957/riae.2023.70650. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/70650. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ PROCESSOS FORMATIVOS NA DOCÊNCIA DE PROFESSORES (AS) QUE ENSINAM MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL E/OU NOS ANOS IN

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.