PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NAS PESQUISAS EM MATEMÁTICA PARA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONTRIBUIÇÕES PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2023.70489

Palavras-chave:

matemática, práticas pedagógicas, educação infantil

Resumo

O artigo visa a caracterizar as produções científicas que apresentam práticas pedagógicas da matemática para a Educação Infantil bem como analisar suas contribuições para o processo formativo de professores os quais atuam nessa etapa da Educação Básica. Para isso, algumas questões são necessárias: Quais práticas pedagógicas estão evidenciadas nas pesquisas em matemática para Educação Infantil? Como essas práticas podem contribuir no processo formativo de professores que atuam nessa etapa? Para tanto, realizou-se um levantamento com os descritores “Matemática” AND “Educação Infantil”. A consulta foi realizada no Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), na Plataforma Scientific Eletronic Library Online (SciELO), Plataforma Scopus e Science Direct. A partir da leitura e seleção dos artigos, foram organizadas três categorias de análise. Em relação às propostas analisadas, os resultados mostraram que a busca constante de estudos, aprofundamentos e possibilidades são caminhos pelos quais precisam ser percorridos por professores que ensinam matemática na Educação Infantil e por aqueles ainda em formação inicial.
    

Biografia do Autor

Geuciane Felipe Guerim Fernandes, Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP)

Doutora em educação pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), 2021. Mestre em educação pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), 2017. Professora colaboradora na Universidade do Norte do Paraná (UENP/CCP). Pedagoga na Secretaria de Estado da Educação -SEED/PR.

     

Caroline Subirá Pereira, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Mestra em Ensino de Ciência e Tecnologia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR/PG (2017). Doutoranda em Ensino de Ciência e Tecnologia da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR/PG. Atualmente faz parte do corpo docente da Faculdade Educacional da Lapa (FAEL) e da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP/CCJ).  

Flaviane Pelloso Molina Freitas, Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP)

Doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista Unesp, Campus Marília (2019). Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Centro-Oeste- Unicentro
(2014). Especialista em Educação Especial Inclusiva pela Universidade Norte do Paraná - Unopar (2010).Graduação em Direito (1998) e Pedagogia (2010) pela Universidade
Estadual de Londrina- Uel. Atualmente professora colaboradora do Colegiado de Pedagogia da Universidade Estadual do Norte do Paraná, Campus Cornélio Procópio -
UENP/CCP.

 

Referências

AZEVEDO, Priscila Domingues de. Narrativas de Práticas Pedagógicas de Professoras que Ensinam Matemática na Educação Infantil. Bolema, Rio Claro (SP), v. 28, n. 49, p. 857-874, ago. 2014.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2011.

BELO, Cibelli Batista; BURAK, Dionisio. A Modelagem Matemática na Educação Infantil: uma experiência vivida. Educação Matemática Debate, v. 4, n. 10, p. 1-22, 2020. Disponível em:

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998. 3V.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil. Brasília: MEC, SEB, 2010.

BRASIL. Lei nº 12.796, de 4 de abril de 2013. Altera a Lei de 20 de dezembro de 1996. Brasília. DF.2013. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2013/Lei/L12796.htm. Acesso em: 10 mar. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, SEB, 2017.

CASSIMIRO, Silvia Regina da Silva; ALENCAR, Edvonete Souza de; e CAVALHEIRO, Rosemary Borin. Balançar no Parquinho: uma análise para o ensino de matemática na Educação Infantil. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática. Juiz de Fora, v. 5, n. 1, p.1-13, Jan. –Dez., 2021. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/35197. Acesso em 30 ago. 2022.

CIMADON, Ediana; GIONGO, Ieda Maria. Geometria e educação infantil: um estudo de inspiração etnomatemática. Amazônia Revista de Educação em Ciências e Matemática. v.15, n. 33, Jan-Jun 2019. p.56-74. Disponível em: https://periodicos.ufpa.br/index.php/revistaamazonia/article/view/5847. Acesso em: 30 ago, 2022.

FREDRICH, Luciane Santorum; LARA, Isabel Cristina Machado de. Jogos de linguagem e ensino de matemática: uma análise de sua utilização na Educação Infantil. Revista Exitus, [S. l.], v. 9, n. 4, p. 576 – 605. Disponível em: http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1026. Acesso em: 30 ago. 2022

LIMA, Raquel Monteiro Pires de; FONSECA, Maria da Conceição Ferreira Reis. “O meu é mais grande!”: jogos de comparação, cultura lúdica e apropriação de práticas de numeramento em um grupo de crianças de 3 e 4 anos em uma instituição de educação infantil. Revista Brasileira de Educação. v. 27, e270049, 2022. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/nT4DcwsZzZdZ7DZFV4mvwMQ/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 30 ago. 2022.

MARCONDES, Celenita Ferreira; SILVA, Vantielen da Silva. Modelagem Matemática na Educação Infantil: considerações a partir de uma prática educativa com crianças de 3 e 4 anos. Revista de Educação Matemática (Online), 16(21), pp.71–87, 2019. Disponível em: https://revistasbemsp.com.br/index.php/REMat-SP/article/view/216. Acesso em: 30 ago. 2022.

MARINGÁ. Currículo da educação municipal de Maringá: Educação Infantil e anos iniciais do ensino fundamental. Maringá: SEDUC, 2020.

MIRANDA, Maria Auristela Barbosa Alves de; SÁ, Antônio Villar Marques de. Apropriação de conceitos matemáticos na Educação Infantil. Educação Matemática Debate, v. 4, n. 10, p. 1-23, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/emd/article/view/2817. Acesso em: 30 ago. 2022.

MOREIRA, Celma Bento; GUSMÃO, Tânia Cristina Rocha Silva Gusmão; MOLL, Vicenç Font. Tarefas Matemáticas para o Desenvolvimento da Percepção de Espaço na Educação Infantil: potencialidades e limites. Bolema, Rio Claro (SP), v. 32, n. 60, p. 231 - 254, abr. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/bolema/a/5JyTVsXNwvcJ4JWz73vxSpj/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 30 ago.2022.

NICOLAU, Marieta Lúcia Machado. A educação pré-escolar: fundamentos e didática. São Paulo: Editora Ática, 1997.

OLIVEIRA, Carloney Alves de. ALMEIDA, Deborah Layanna Eloi de. O ensino das formas geométricas planas na Educação Infantil contemplando os campos de experiência da BNCC. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática. Juiz de Fora, v. 5, n. 1, p.1-15, Jan. –Dez., 2021. Disponível em:

https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/35537. Acesso em: 30 ago. 2022.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In. PIMENTA, Selma Garrido. (Org). Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez Editora, 1999.

SAMPAIO, R.F.; MANCINI, M.C. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Revista Brasileira de Fisioterapia, São Carlos, v.11, n.1, p.83-89, 2007.

SENNA, M. T. T. R.; DORNELES, B. V.; YUNES, M. A. M. Conceitos Numéricos na Educação Infantil: uma pesquisa etnográfica. Educação & Realidade, v. 38, n. 1, p. 227-248, 2013. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/16914. Acesso em: 30 ago. 2022.

SILVA, Suelene de Rezende e; PALMA, Rute Cristina Domingos da. O brincar e o desenvolvimento das noções espaciais na Educação Infantil. Zero-a-seis. v. 17, n. 31, p. 015-031. Florianópolis, jan-jun, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/zeroseis/article/view/1980-4512.2015n31p15. Acesso em: 30 ago. 2022.

SOUZA, Raimundo Gomes. 2018. Protagonismo Infantil e saberes culturais ribeirinhos no ensino de matemática na Educação Infantil. Amazônia - Revista de Educação em Ciências e Matemáticas. v.14 (30), Jan-Ju, 2018. p. 193-208. Disponível em: https://periodicos.ufpa.br/index.php/revistaamazonia/article/view/3814/4889. Acesso em: 30 ago. 2022.

SOUZA, Maria Débora de Lima. Contagem: minha experiência matemática na educação infantil. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática , [S. l.], v. 5, n. 1, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/34411. Acesso em: 30 ago. 2022.

TOLEDO, Marília; TOLEDO, Mauro. Didática da Matemática: como dois e dois – A construção da matemática. São Paulo: FTD, 1997.

VIAL, Indiana Picolo; RICHIT, Adriana. A noção de quantidade apresentada por crianças da pré-escola a partir de atividades baseadas na abordagem de Reggio Emilia. Revista de Educação Matemática, v. 19, n. Edição Esp, p. 1-28. Disponível em: https://www.revistasbemsp.com.br/index.php/REMat-SP/article/view/703/539. Acesso em: 30 ago. 2022.

ZOGAIB, Simone Damm. SANTOS-WAGNER, Vânia Maria Pereira dos. “É perto, mas é muito, muito longe”: conversando com crianças sobre senso espacial. Educação, v. 42, n. 1, p. 107-116, Porto Alegre: jan.-abr. 2019. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/30133/17870. Acesso em: 30 ago. 2022.

Downloads

Publicado

31-03-2023

Como Citar

GUERIM FERNANDES, Geuciane Felipe; PEREIRA, Caroline Subirá; FREITAS, Flaviane Pelloso Molina. PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NAS PESQUISAS EM MATEMÁTICA PARA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONTRIBUIÇÕES PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 146–164, 2023. DOI: 10.12957/riae.2023.70489. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/70489. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ PROCESSOS FORMATIVOS NA DOCÊNCIA DE PROFESSORES (AS) QUE ENSINAM MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL E/OU NOS ANOS IN