O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM ESTUDO SOBRE A INCLUSÃO ESCOLAR DE ALUNOS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2022.69643

Palavras-chave:

Transtorno do Espectro Autista, Educação Especial Inclusiva, Educação Infantil, Atendimento Educacional Especializado, Prática Docente

Resumo

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é um distúrbio de desenvolvimento complexo que se caracteriza por déficits na comunicação oral e em habilidades para desenvolver, manter e compreender os relacionamentos sociais. Em virtude dessas dificuldades, tanto a família quanto a escola são convocadas a se mobilizarem para atender às necessidades da criança autista. Nesse sentido, o presente estudo tem como objetivo analisar teses e dissertações produzidas entre os anos de 2016 e 2021, que abordam o Atendimento Educacional Especializado (AEE) destinado aos alunos com TEA matriculados na Educação Infantil (EI), cujo foco é a percepção dos professores sobre o trabalho que desenvolvem com alunos autistas. A coleta de dados foi realizada em três bases: 1) Banco de Teses e Dissertações da CAPES; 2) Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (BDTD/IBICT); e 3) Google Scholar. Foram encontradas, inicialmente, 865 publicações. Aplicados os critérios de inclusão e de exclusão, restaram 16 estudos, que foram analisados na íntegra. Os resultados evidenciam o despreparo e a insegurança dos professores em relação ao trabalho com alunos autistas. Chegou-se à conclusão de que, para que a inclusão realmente ocorra, não basta assegurar as matrículas dos alunos com TEA no ensino regular. Sem a adequação curricular, o planejamento educacional individualizado, os recursos pedagógicos específicos e, principalmente, a formação contínua de professores, a inclusão não se concretiza.

Biografia do Autor

Solange Franci Raimundo Yaegashi, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Docente do Departamento de Teoria e Prática da Educação, do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Mestrado Profissional em Educação Inclusiva da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Escola, Família e Sociedade (GEPEFS).

Luciana Maria Caetano, Universidade de São Paulo - USP

Doutora pelo Programa de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IPUSP). Docente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP).

Tatiana Lemes de Araújo Batista, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Mestra em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Professora da rede municipal de Mandaguari-PR. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Escola, Família e Sociedade (GEPEFS).

Jhonatan Phelipe Peixoto, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Mestrando em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Professor Mediador da Universidade Cesumar (UNICESUMAR). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Escola, Família e Sociedade (GEPEFS).

Referências

ANDRADE, Juliana Silva Andrieta. Práticas pedagógicas inclusivas junto a crianças com Transtorno do Espectro Autista na Educação Infantil. 2021. 93 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ciência, Tecnologia e Educação) – Centro Universitário Vale do Cricaré (UNICV), São Mateus, 2021.

APA – ASSOCIAÇÃO DE PSIQUIATRIA AMERICANA. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais (DSM-5). 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2016.

BATISTA, Tatiana Lemes de Araújo. Transtorno do Espectro Autista e Educação Infantil: desafios da educação inclusiva. 2021. 164 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2021.

BRAGA, Ana Paula da Silva. A inclusão de crianças com autismo em unidades de Educação Infantil do município de Mossoró-RN. 2021. 137 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Mossoró, 2021.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, [2020]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 11 ago. 2022.

BRASIL. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: Presidência da República, [2009]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 11 ago. 2022.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução CNE/CEB nº 2, de 11 de setembro de 2001. Diretrizes Nacionais da Educação Especial na Educação Básica. Brasília, DF: CNE/CEB, 2001. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB0201.pdf. Acesso em: 20 jun. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, DF: MEC, 2008. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf. Acesso em: 11 jul. 2022.

BRASIL. Lei nº 12.764, de 27 de dezembro de 2012. Institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista; e altera o § 3º do art. 98 da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990. Brasília, DF: Presidência da República, 2012. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12764.htm. Acesso em: 27 jun. 2022.

BRASIL. Lei nº 12.796, de 4 de abril de 2013. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a formação dos profissionais da educação e dar outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 2013. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2013/Lei/L12796.htm. Acesso em: 27 jun. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Diretoria de Políticas de Educação Especial. Nota Técnica Conjunta nº 2, de 4 de agosto de 2015. Orientações para a organização e oferta do Atendimento Educacional Especial na Educação Infantil. Brasília, DF: MEC/SECADI/DPEE – SEB/DICEI, 2015. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=18047-ntc-02-orientacoes-para-organizacao-oferta-do-aee-na-educacao-infantil&Itemid=30192. Acesso em: 27 jun. 2022.

BRITO, M. C. Transtornos do Espectro do Autismo e educação inclusiva: análise de atitudes sociais de professores e alunos frente à inclusão. Revista Educação Especial, Campo Grande, v. 30, n. 59, p. 657-668, set./dez. 2017.

FERREIRA, Roberta Flávia Alves. Inclusão de crianças com Transtorno do Espectro Autista na Educação Infantil: o desafio da formação de professoras. 2017. 161 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2017.

FIORINI, Bianca Sampaio. O aluno com Transtornos do Espectro do Autismo na Educação Infantil: caracterização da rotina escolar. 2017. 221f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Marília, 2017.

KASSAR, Monica de Carvalho Magalhães; RONDON, Marcelo Messias. Atendimento Educacional Especializado a crianças pequenas com deficiência: o caso de Mato Grosso do Sul. Comunicações, Piracicaba, v. 23, n. 3, p. 27-42, 2016.

MACHADO, Gabriela; MARTINS, Morgana de Fátima Agostini. Atendimento Educacional Especializado – AEE na Educação Infantil: entraves e possibilidades. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 14, n. 1, p. 746-759, abr. 2019.

MANETTI, Ilis Ângela Wickboldt. Inclusão escolar do aluno com Transtorno do Espectro do Autismo na Educação Infantil. 2018. 191 f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Tecnologias na Educação) – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense, Pelotas, 2018.

MILANESI, Josiane Beltrame; CIA, Fabiana. O Atendimento Educacional Especializado nas Salas de Recursos Multifuncionais da Educação Infantil. Revista Educação Especial, Santa Maria, v. 30, n. 57, p. 69-82, 2017.

OLIVEIRA, Tiago Grama de. Docência e educação infantil: condições de trabalho e profissão docente. 2017. 173 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2017a.

OLIVEIRA, Carine Ramos de. Capacitação do Profissional da Educação Infantil: identificação precoce de sinais do Transtorno do Espectro Autista. 2017. 113 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem) – Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2017b.

OLIVEIRA, Thaís Naiani Menezes Gomes de. A inclusão escolar e a prática pedagógica no trabalho com crianças com Transtorno do Espectro Autista: desafios e possibilidades na atuação de profissionais da Educação Infantil. 2020. 152 f. Dissertação (Mestrado em Educação Culturas e Identidades) – Universidade Federal Rural de Pernambuco e Fundação Joaquim Nabuco, Recife, 2020a.

OLIVEIRA, Marines Andreazza. Plano Educacional Individualizado e sua importância para a inclusão de crianças autistas. 2020. 142 f. Dissertação (Mestrado em Ensino) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Foz do Iguaçu, 2020b.

RINALDO, Simone Catarina de Oliveira. Possibilidades do coensino com crianças com Transtorno do Espectro Autista na Educação Infantil. 2021. 147 f. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Araraquara, 2021.

ROMANOWSKI, Joana Paulin; ENS, Romilda Teodora. As pesquisas denominadas do tipo - estado da arte. Diálogo Educacional, Curitiba, v. 6, n. 19, p. 37-50, set. 2006.

SANTOS, Isabelle Sercundes. A criança com Transtorno do Espectro Autista na sala regular da Educação Infantil: das políticas educacionais às práticas pedagógicas em João Pessoa-PB. 2020. 146 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2020.

SANTOS, Juçara Maria Lemes Giffoni Ávila. Desafios e possibilidades da escola pública na inclusão de aluno com Transtorno do Espectro Autista na Educação Infantil. 2019. 131 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de Taubaté, São Paulo, 2019.

SILVA, Nathália Bermudes Alves da. Educação Inclusiva: um estudo de caso de um aluno autista na Educação Infantil em Vila Velha-ES. 2019. 73 f. Dissertação (Mestrado em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Regional) – Centro Universitário Vale do Cricaré (UNICV), São Mateus, 2019.

SOUZA, Maria da Guia. Autismo e inclusão na Educação Infantil: efeitos de um programa de intervenção colaborativa nas práticas pedagógicas dos professores. 2019. 129 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.

VIANA, Isaac Pereira. O processo de inclusão de crianças com o Transtorno do Espectro Autista na Educação Infantil. 2019. 123 f. Dissertação (Mestrado em Cultura e Sociedade) – Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2019.

VIANA, Márcia Carolina da Mota. Autismo na Educação Infantil: um estudo sobre a interação social e a inclusão escolar. 2017. 162 f. Dissertação (Mestrado em Educação, Culturas e Identidades Instituição de Ensino) – Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2017.

Downloads

Publicado

07-12-2022

Como Citar

YAEGASHI, Solange Franci Raimundo; CAETANO, Luciana Maria; BATISTA, Tatiana Lemes de Araújo; PEIXOTO, Jhonatan Phelipe. O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM ESTUDO SOBRE A INCLUSÃO ESCOLAR DE ALUNOS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 774–796, 2022. DOI: 10.12957/riae.2022.69643. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/69643. Acesso em: 13 jun. 2024.