MARIA FUX: DEPOIS DA QUEDA… DANÇATERAPIA!

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2022.66653

Palavras-chave:

Maria Fux, Propostas de Ensino da Dança, Dança/Educação

Resumo

Este escrito se propões construir uma reflexão mais parofundada nos estudos da artista-docente argentina Maria Fux, juntamente com as suas propostas de Ensino da Dança. Desse modo, resenharemos sua obra "Depois da queda... Dançaterapia!" (2005), evidenciando suas principais pensamentos e os friccionando com os discursos atuais. Assim, compreendemos as premissas de Fux como um conhecimento situado, sendo delineado por interesses de um determinado período e espaço. Como resultado, nos viabiliza uma assimilação mais aprofundada acerca do legado de Maria em solo brasileiro.

Biografia do Autor

Alexsander Barbozza, Universidade Federal da Bahia

Artiste da dança pernambucana, Licenciade em Dança pela UFPE, Especialista em Educação em Direitos Humanos e Arte/Educação pela UFES/FAVINE e Mestrande no Programa de Pós-graduação em Dança da Universidade Federal da Bahia (PPGDança/UFBA). Tenho me dedicado à pesquisas sobre a História do Ensino de Dança Escolar Brasileiro, Currículo e Formação de Professores em Dança.

Referências

AUTORES. Maria Fux e suas propostas para educação formal.

AUTORES. Dança um meio de comunicação: relatos de Maria Fux na década de 1970, no prelo a.

AUTORES. O Ensino de Dança Empirista no Brasil, no prelo b.

hooks, bell. Teoria Feminsta: da margem ao centro. Trad. Rainer Patriota. São Paulo: Perspectiva, 2019.

FUX, Maria. Dança, experiência de vida. Trad. Norberto Abreu e Silva Neto. São Paulo: Summus Editorial, 1983.

FUX, Maria.. Depois da queda... Dançaterapia. Trad. Ruth Rejtman. São Paulo: Summus Editorial, 2005.

LIMA, Deborah Maia. A perspectiva somato-integrativa do ensino de dança de Maria Fux. IX Congresso da Associação Brasileira de Pós-graduação em Artes Cênicas: Poéticas e estéticas decoloniais - Artes Cênicas em campo expandido (Anais). Uberlândia - MG, 2016a. Disponível em: <https://www.publionline.iar.unicamp.br/index.php/abrace/article/view/4646>. Acessado: 02 abr. de 2022.

LIMA, Deborah Maia. María Fux: a Dança como perspectiva de vida. Revista EIXO: Brasília - DF, 2016b. Disponível em: <http://revistaeixo.ifb.edu.br/index.php/RevistaEixo/article/view/326/201>. Acessado: 02 abr. de 2022.

LIMA, Deborah Maia; RAYMOND, Caroline. Danzaterapia de María Fux: Tecendo encontros com o campo da educação somática. Repertório. Salvador - BA, 2018. Disponível em: <https://periodicos.ufba.br/index.php/revteatro/article/view/26802>. Acessado: 02 abr. de 2022.

NASCIMENTO, Letícia Carolina P. do. Transfeminismo. São Paulo: Editora Jandaíra, 2021.

STRAZZACAPPA, Márcia. Educação Somática: seus princípios e possíveis desdobramentos. Repertório: Dança & Dança, Salvador, 2009. Disponível em:

STRAZZACAPPA, Márcia. Educação Somática e Artes Cênicas: princípios e aplicações. Campinas - SP: Papirus, 2012.

TREVISAN, João Silvério. Devassos no Paraíso: a homossexualidade no Brasil da colônia à atualidade. 4ª ed, rev,. atual. e ampl. - Rio de Janeiro: Objetiva, 2018.

Downloads

Publicado

05-09-2022

Como Citar

BARBOZZA, Alexsander. MARIA FUX: DEPOIS DA QUEDA… DANÇATERAPIA!. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 595–602, 2022. DOI: 10.12957/riae.2022.66653. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/66653. Acesso em: 13 jul. 2024.