Dos parques infantis à educação infantil à brasileira: o que a semana de 22 tem a ver com isso? Culturas infantis, pedagogias descolonizadoras e políticas públicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/riae.2022.65769

Palavras-chave:

Parques Infantis paulistanos, Mário de Andrade, Pedagogia Macunaímica, Educação Infantil, Pedagogia e Política Pública

Resumo

A presente entrevista Dos Parques Infantis à Educação Infantil à brasileira:  o que a Semana de 22 tem a ver com isso? (culturas infantis, pedagogias descolonizadoras e políticas públicas), realizada em meados de dezembro de 2021, com a Professora Dra. Ana Lúcia Goulart de Faria, compõe o dossiê Por uma Pedagogia Macunaímica: Infâncias, Estudos Decoloniais e Resistências Plurais na Contemporaneidade, contribuindo nas conexões de eventos e episódios ligados ao movimento modernista que ainda ressoam nas nossas invenções e transgressões no campo da educação, da cultura e da política. Destacando o Manifesto Antropofágico de 1929 e a publicação do Macunaíma de 1928, ao Parque infantil de 1935, realizações posteriores à Semana de 22, mas que fortemente contribuíram para a Educação Infantil à brasileira

Referências

ANDRADE, Mário de. 6ª aula. O primitivo- a criança. In: Depoimentos-2, Centro de Estudos Brasileiros, 1966.

ANDRADE, Mário. Divina Preguiça. Publicado no jornal A Gazeta, São Paulo, 03/09/1918, Ano XIII – num. 3790.

ANDRADE, Mário de. Contos Novos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015.

ANDRADE, Mário de. Cartas de trabalho- correspondência com Rodrigo de Mello. Brasília: Ministério da Educação e Cultura, Secretaria do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Fundação Pró-Memória, 1981. n.33.

ANDRADE, Mário. O movimento modernista. In: Aspectos da literatura brasileira. 5.ed. São Paulo: Martins, 1974.

BONDIOLI, Anna; MANTOVANI, Susanna (org). Manual de Educação Infantil. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

BUARQUE DE HOLLANDA, Heloisa. Macunaíma da literatura ao cinema. RJ: José Olympio, 1978.

CASTRO, Moacir Werneck de. Mario de Andrade: exílio no Rio. São Paulo: Rocco, 2015.

FARIA, Ana Lúcia Goulart de. e SILVA, Adriana A. Loris Malaguzzi-Por uma nova cultura da infância. Revista Educação,Cultura e Sociologia da Infância. SP:Editora Segmento.número especial: A criança em foco. p. 98-111, 2013.

FARIA, Ana Lúcia Goulart de. El niño es artista? Mario de Andrade (1893-1945).

Infância Latinoamericana,seção História da Educação. Barcelona: n.14 Derechos Culturales pag 40-51 agosto de 2015.

FARIA, Ana Lúcia Goulart de. Carta a Mario de Andrade-80 anos dos Parques Infantis. Revista Magistério, Edição Especial, Prefeitura Municipal de São Paulo: n.2, p.6-9, 2015.

FARIA, Ana Lúcia Goulart de. Educação Pré-Escolar e Cultura. Para Uma Pedagogia da Educação Infantil. São Paulo: Cortez, 2001.

FERNANDES, Florestan. Trocinhas do Bom Retiro. In: FERNANDES, Florestan. Folclore e mudança social na cidade de São Paulo. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

GOBBI, Marcia Aparecida. Desenhos de outrora, desenhos de agora: Mário de Andrade colecionador de desenhos e desenhistas. São Paulo: Ed. Annablume, 2011.

KOSSOVICH, Elisa. Mário de Andrade, Plural. Campinas: Editora da Unicamp, 1993.

LINDGREN, Astrid. Pippi meia longa. SP: Companhia das Letrinhas, 2016.

LOPEZ, Telê Ancona (org) Mário de Andrade- Táxi e crônicas no Diário Nacional. São Paulo: Duas Cidades, 1976.

MANFERRARI, Marina. Festival di Teatro per la prima infanzia. Bologna: 2021.

MIRANDA, Nicanor. O significado de um parque infantil em Santo Amaro. Departamento de Cultura.Divisão de Ensino e Recreio. Prefeitura Municipal de São Paulo, 1938.

RAMOS, Maria Marta Silvestre. História da Educação infantil Pública Municipal 1940-1990. Tese de doutorado. Universidade de São Francisco. São Paulo.

SOUZA, Gilda de Mello e. Mário de Andrade- Exílio da preguiça elevada. Revista Banas, 10-23 nov, p. 33-38, 1975.

Revista Newsweek, 1991.

VANDENBROECK, Michel. Prólogo. In: VANDENBROECK, Michel; ABRAMOWICZ, Anete. Educação infantil e diferença. Campinas: Papirus, 2013.

Downloads

Publicado

16-02-2022

Como Citar

FARIA, Ana Lúcia Goulart de; SILVA, Adriana Alves da. Dos parques infantis à educação infantil à brasileira: o que a semana de 22 tem a ver com isso? Culturas infantis, pedagogias descolonizadoras e políticas públicas. Revista Interinstitucional Artes de Educar, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 223–243, 2022. DOI: 10.12957/riae.2022.65769. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/riae/article/view/65769. Acesso em: 13 jul. 2024.