A UERJ NO CONTEXTO PANDÊMICO DA COVID 19: DILEMAS E DESAFIOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12957/redoc.2023.73023

Palavras-chave:

Mediação tecnológica. Ensino Superior. Pandemia.

Resumo

A proposta deste relato de experiência é compartilhar o vivido pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) no contexto pandêmico da COVID-19 no período de março de 2020 a 2021. Pretende-se dialogar com os dilemas, desafios, encaminhamentos, táticas (CERTEAU, 2014) e ações da Pró-Reitoria de Graduação (PR-1) no que tange à graduação da UERJ, apontando, em especial, elementos/preocupações sobre a formação da comunidade universitária que nortearam institucionalmente as Unidades Acadêmicas. Orientações pedagógicas específicas para o desenvolvimento de atividades oferecidas de modo presencial direcionadas para uma experiência 100% online devido o recolhimento social decretado em 13 de março de 2020. Os aspectos teóricos-metodológicos-epistemológicos do artigo se ancoram nas pesquisas com os cotidianos (ALVES, 2008, 2015 CERTEAU, 2014) que considerando a complexidade (MORIN, 1996) das pesquisas no campo da educação buscam um diálogo ‘teóricoprático’ na construção do saber e do que se entende como produção do conhecimento, valorizando as experiências, suas narrativas e saberes. Como resultado foram criações e ações em 4 (quatro) grandes eixos para enfrentarmos o momento pandêmico vivido pela universidade: Dimensão infraestrutural, Dimensão diagnóstica institucional, Dimensão legal, Dimensão Formativa com criações dos espaços síncronos e assíncronos de atendimento aos docentes e estudantes e o investimento de formação em exercício dos usos dos ambientes virtuais. 

Biografia do Autor

Marcia Taborda, UERJ

Marcia Taborda atua no magistério desde 1993, tendo iniciado na Prefeitura Municipal de Duque de Caxias como professora e depois atuou como Orientadora Pedagógica. Concluiu a graduação em pedagogia em 1994 e especialização em Avaliação Educacional em 2002, ambos cursos pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). É mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005) e doutora em Ciências pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2015). Na UERJ, é professora da Faculdade de Educação, docente do Mestrado Profissional em Biologia e pedagoga, sendo responsável pela direção do Departamento de Desenvolvimento Acadêmico e Projetos de Inovações da Pró-reitoria de Graduação. É coordenadora de Projetos de Estágio Interno Complementar já tendo orientado mais de 60 alunos de graduação de diferentes áreas. É membro do Comitê de Ética em Pesquisa (PR2/UERJ) e da Comissão Própria de Avaliação. Já atuou como coordenadora de programas de formação continuada de profissionais na área da saúde (Telessaúde e UNA-SUS), onde foi responsável pelo desenvolvimento e acompanhamento de cursos e materiais educacionais que estão disponíveis no Repositório ARES ( https://ares.unasus.gov.br/ ). Recebeu o prêmio Aluno da Prefeitura do Rio de Janeiro com o aplicativo Rio Virtual em 2015. Tem experiência na área de Educação, atuando, principalmente, nos seguintes temas: avaliação educacional; tecnologias de digitais em rede, realidade virtual e aumentada; educação a distância; formação docente.


Lincoln Tavares, UERJ

Possui Graduação Bacharelado e Licenciatura em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990/1992). Atuou como docente nas redes públicas Municipal e Estadual do RJ. É Mestre em Educação pela Universidade Católica de Petrópolis (2003) e Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo (2012). Especializou-se em Políticas Territoriais do Estado no Rio de Janeiro (UERJ). Atualmente, é Professor Associado da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação e produção de sentidos, ensino da geografia, formação de professores, geografia e educação ambiental, gestão e administração escolar, relação escola-comunidade e educação a distância. Por eleição, foi diretor da Centro de Educação e Humanidades da UERJ (2000-2003), do Instituto de Aplicação da UERJ CAp-UERJ (2004/2008 e 2012/2015). Foi membro dos Conselhos Superiores da Universidade. Igualmente, integrou comissões que discutiram o financiamento público e a prestação de serviços na Universidade, a adoção de políticas afirmativas, a reforma universitária e a elaboração do plano de carreiras dos servidores técnico-administrativos e dos docentes. Continua atuando junto à Educação Básica e às formações docentes inicial e continuada. Também foi membro do Conselho Estadual de Educação do Rio de Janeiro. Por eleição, voltou a dirigir de 2016 a 2019, o Centro de Educação e Humanidades (CEH). Integra o corpo docente do Programa de Pós-Graduação de Ensino em Educação Básica do CAp-UERJ (Mestrado profissional - Avaliação 4 CAPES), na Linha de Pesquisa de Memórias e Representações Sociais em Ambientes e Comunidades Escolares do Grupo de Pesquisa em Formação em Diálogo: narrativas de professoras, currículos e culturas. Desde janeiro de 2020 é Pró-reitor de Graduação da UERJ.


Rosana Oliveira, UERJ

Doutora em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2009). Possui graduação em Matemática pela Universidade Federal Fluminense (1989) e Mestrado em Educação Matemática pela Universidade Santa Úrsula (1997). Professora Associada na área de Educação Matemática do Departamento de Estudos Aplicados ao Ensino, EDU/UERJ. Diretora do Departamento de Políticas e Ações em Educação a Distância (DPAED) da Pró-reitoria de Graduação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro desde abril de 2020. Coordenadora do Curso de Licenciatura em Pedagogia EAD, EDU/UERJ/CEDERJ/UAB desde janeiro de 2020. Atuou como Vice-diretora da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (04/2012 a 03/2020). Coordenadora Geral do Projeto BNCC, Novo Ensino Médio e cultura digital em convênio com a SEEDUC/RJ que oferta quatro cursos de especialização: (1) Curso de Especialização em Linguagens e Suas Tecnologias, (2) Curso de Especialização em Matemática e Suas Tecnologias, (3) Curso de Especialização em Ciências da Natureza e Suas Tecnologias e (4) Curso de Especialização em Ciências Humanas e Sociais Aplicadas. Coordenou o Projeto de Extensão Formação de Professores e Divulgação Científica em Educação Matemática (2014 até 2019). Atuou como professora implementadora na Secretaria Municipal de Educação Ciência e Tecnologia de Angra dos Reis (SECT). Atuou como coordenadora do Curso de Pedagogia a Distância UERJ/Cederj (02/2009 a 03/2012). Realizou estágio de doutorado na Universidade do Porto (bolsa CAPES (fev a jul 2008). Possui experiência em Educação a Distância, na produção de material didático e como coordenadora no polo CEDERJ Angra dos Reis (2004 a 2008). Atuou como Coordenadora Pedagógica da Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de Angra do Reis. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação Matemática, Politica Curricular na área de matemática, Laboratório de ensino de matemática e Matemática nos anos iniciais.

Alexsandra Barbosa, UERJ

Doutoranda em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - PROPED/UERJ (2023) e mestre em Educação - PROPED/UERJ (2018). Possui licenciatura e bacharelado em Pedagogia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ (2010) e especialização em Supervisão Escolar pelo Centro Universitário Augusto Motta - UNISUAM (2013). Entre 2018 e 2021 foi Professora Substituta no Departamento de Estudos Aplicados ao Ensino (Faculdade de Educação/UERJ) e atualmente é Pedagoga na Pró-reitoria de Graduação (UERJ/PR1), sendo responsável pela coordenação do Laboratório de Tecnologias de Informação e Comunicação (LaTIC). Administra a plataforma Moodle voltada para as disciplinas presenciais da graduação da UERJ (https://ava.pr1.uerj.br/), realiza formação para docentes no uso do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), gerencia o software Open Journal Systems (OJS) utilizado para desenvolvimento do Portal de Publicações Eletrônicas do laboratório (https://ojs.latic.uerj.br/ojs/) e participa da equipe editorial da Revista Aproximando (https://ojs.latic.uerj.br/ojs/index.php/aproximando). Membro do Grupo de Pesquisa Educação e Cibercultura - EDUCIBER (UERJ).

Caren Regis, UERJ

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PROPED/UERJ). Mestre em Educação pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (PPGEDU/UNIRIO). Especialista em Administração Escolar e Gestão Educacional pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RIO). Membro do Laboratório Educação e República (LER/UERJ) e do Grupo Pesquisa Educação de Mulheres ao Longo dos Séculos XIX e XX. Atua nas temáticas de História da Educação, história das mulheres e gênero. Pedagoga da UERJ e Diretora do Departamento de Orientação e Supervisão Pedagógica (DEP) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Referências

AEDA nº29/REITORIA/2020. Ato Executivo de Decisão Administrativa que prorroga o prazo de suspensão das atividades acadêmicas e administrativas não essenciais em função da prevenção ao novo coronavírus (COVID-19). Disponível em https://www.coronavirus.uerj.br/wp-content/uploads/2021/07/doc_aeda_029_reitoria_2021.pdf, Acessado em 23/01/2023.

AEDA- 034/REITORIA /2020. Institui o auxílio emergencial para inclusão digital e aquisição de material didático e mantém a bolsa permanência durante a pandemia da COVID-19. Disponível em https://www.uerj.br/wp-content/uploads/2020/07/AEDA-34-Institui-o-Auxilio-Emergencial-de-Inclusao-Digital-e-Mantem-Bolsas.pdf Acesso em 01/03/2023.

ALVES, Nilda. Decifrando o pergaminho – os cotidianos das escolas nas lógicas das redes cotidianas. In: Inês Barbosa de Oliveira e Nilda Alves (Org.). Pesquisa nos/dos/com os cotidianos das escolas: sobre redes de saberes. Petropolis: DP et Alii, 2008, p. 14-38.

ALVES, Nilda. O “uso” de artefatos tecnológicos em redes educativas e nos contextos de formação. In. Nilda Alves: praticantepensante de cotidianos / organização e introdução Alexandra Garcia, Inês Barbosa de Oliveira; textos selecionados de Nilda Alves. 1ª ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2015, p 121-130.

CASTELLS, Manuel. Tempo de vírus. Disponível em https://www.ihu.unisinos.br/categorias/597516-tempo-de-virus-artigo-de-manuel-castells Acesso em 10/05/2023.

CARVALHO, Janete M., SILVA, Sandra k. da, DELBONI, Tania Mara Z. G. F. Práticas cotidianas nas/das/com as cozinhas: redes educativas tecidas com afetos, afecções, cheiros, cores, sabores e formas. In. Nilda Alves, Rosa Helena Mendonça, Noale Toja (Orgs.). Cozinhas e conversas: Cozinhas e conversas: cheiros e gostos e sons e imagens e afetos nos cotidianos e nos currículos, 1ª edição, Petrópolis, RJ: DP et Alii editora;Rio de Janeiro: Faperj, 2023, p. 172-189.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. 22 ed. Tradução de Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

DELIBERAÇÃO nº 14/2020. Dispõe sobre a criação de normas para o planejamento e a execução de Períodos Acadêmicos Emergenciais (PAE). Disponível em https://www.uerj.br/wp content/uploads/2020/07/Deliberacao14.pdf, acessado em 20 de jan. 2023.

DELIBERAÇÃO nº18/2020. Adequou a Deliberação nº 14/2020 ao PAE 2020/2. Disponível em https://www.uerj.br/wp content/uploads/2020/11/Deliberacao_18_2020.pdf, acessado em 20/01/2023.

EDITAL PR4/UERJ 001/2020. Programa de auxílio inclusão digital dos estudantes da UERJ. Disponível em http://www.art.uerj.br/documentos/EDITAL_001_2020_SEI_ERJ___6894289___Despacho_de_Publicacao.pdf Acesso em 06/03/2023.

EDITAL PR4/UERJ 002/2020. Distribuição de dispositivo pessoal de informática (tablet) para estudantes da UERJ. Disponível em http://www.art.uerj.br/documentos/EDITAL_002_2020_SEI_ERJ___7343386___TABLET.pdf Acesso em 06/03/2023.

GUEDES-PINTO, A. L. Memórias de leitura e formação de professores. Coleção Gêneros e Formação, Campinas, São Paulo: Mercado de Letras, 2008.

HODGES et al . Diferenças entre o aprendizado online e o ensino remoto de emergência. Revista da Escola, Professor, Educação e Tecnologia v. 2, 2020, escribo.com/revista. Disponível em http://escribo.com/revista/index.php/escola/article/view/17/16 Acesso em 25/04/2023

LÉVY. Pierre. Inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. Trad. Luiz Paulo Rouanet. Edições Loyola, 1998.

MACEDO, Roberto S. Live: Formação de professores, educação online e democratização do acesso às redes. Professores: Roberto Sidnei Macedo, Edméa Oliveira Dos Santos, Nelson De Lucca Pretto, Alessandra Santos De Assis. Congresso Virtual UFBA, 2020. Disponível em https://youtu.be/UD0KrPkHBiY Acesso em 21.05.2020.

MACEDO, Roberto S. A pesquisa e o acontecimento: compreender situações, experiências e saberes acontecimentais. Salvador: EDUFBA, 2016.

MORIN, Edgar. Introducción al pensamiento complejo. Barcelona: Gedisa, 1996.

MORIN, Edgar.. Um festival de incerteza. Espiral, Rio de Janeiro, v.4, p.6-12, 2020. Disponível em https://www.iecomplex.com.br/wp-content/uploads/2022/04/revistaEspiral_v4.pdf Acesso em 05/05/2023.

SANTOS, Edméa. EAD, palavra proibida. Educação online, pouca gente sabe o que é. Ensino remoto, o que temos. Notícias, Revista Docência e Cibercultura, agosto de 2020, online. ISSN: 2594-9004. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/re-doc/announcement/view/1119. Acessado em: 20.09.2020.

SANTOS, Edméa. Pesquisa-formação na Cibercultura. Portugal: Whitebooks, 2014.

SANTOS, Edméa. Pesquisando com a mobilidade ubíqua em redes sociais da internet: um case com o Twitter. Revista COM CIÊNCIA.N. 139, online, jun. 2012. Disponível em: http://www.comciencia.br/comciencia/?section=8&edicao=74&id=932. Acesso em 01/05/2023.

SANTOS, Rosemary. Formação de formadores e educação superior na cibercultura: itinerâncias de grupos de pesquisa no Facebook. Tese de Doutorado. Faculdade de Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Rio de Janeiro, 2015.

REIS, Graça Regina Franco da Silva; CAMPOS, Marina Santos Nunes de. Artesanias narrativas: conversas entre currículo e formação docente. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 21, p. 1-23, 2023. Disponível em https://revistas.pucsp.br/curriculum/article/download/59638/41844 Acesso em 01/05/2023.

Downloads

Publicado

2023-12-13

Como Citar

TABORDA, Marcia; TAVARES, Lincoln; OLIVEIRA, Rosana; BARBOSA, Alexsandra; REGIS, Caren. A UERJ NO CONTEXTO PANDÊMICO DA COVID 19: DILEMAS E DESAFIOS. Revista Docência e Cibercultura, [S. l.], v. 7, n. 4, p. 305–324, 2023. DOI: 10.12957/redoc.2023.73023. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/re-doc/article/view/73023. Acesso em: 21 jul. 2024.